Your browser doesn't support javascript.

Portal de Pesquisa da BVS Veterinária

Informação e Conhecimento para a Saúde

Home > Pesquisa > ()
Imprimir Exportar

Formato de exportação:

Exportar

Exportar:

Email
Adicionar mais destinatários

Enviar resultado
| |

Dessorção de fósforo avaliada por extrações sucessivas em amostras de solo provenientes dos sistemas plantio direto e convencional

dos Santos Rheinheimer, Danilo; Anghinoni, Ibanor; Conte, Elaine; Kaminski, João; Colpo Gatiboni, Luciano.
Ci. Rural; 33(6)2003.
Artigo em Português | VETINDEX-Express | ID: vti-704266

Resumo

The phosphorus is retained in the soil solid phase with several degrees of energy, which depends on the characteristics and amount of the soil colloids. The no tillage system (NT) may promote phosphorus accumulation in different forms from those observed in the conventional tillage (CT) and thus, may modify the dessorption capacity of the soil. The objective of this work was to estimate the phosphorus dessorption capacity of different soils submitted to NT and CT. Samples from three soils with variable clay contents (Rhodic Hapludox - 680g kg-1 clay, Rhodic Hapludox - 530g kg-1 clay and Rhodic Paleudult - 220g kg-1 clay) cultivated under NT and CT were submitted to successive extractions with anion exchange resin (AER) and adjusted first order kinetics equations to estimate the maximum phosphorus dessorption of the soil. The dessorption by the first extraction and maximum dessorption were higher in the superficial layer of the soil under NT, comparatively to CT. Only one extraction with AER represented, on average, 38, 46 and 49% of the maximum dessorption on soils with high, medium and low clay content, respectively, while that estimated by Mehlich 1 extractor represented, for the same soils, 32, 46 and 89% of the maximum dessorption.
O fósforo é retido à fase sólida do solo com diversas energias de ligação, dependentes das características e quantidade dos colóides do solo. A adoção do sistema plantio direto (SPD) pode promover o acúmulo de fósforo em formas diferentes daquelas observadas no sistema de cultivo convencional (SCC) e, assim, modificar as características de dessorção do fósforo do solo. O objetivo deste trabalho foi avaliar a capacidade de dessorção de fósforo em solos submetidos a sistemas de cultivo. Três solos com teores variáveis de argila (Latossolo Vermelho Distroférrico - 680g kg-1 de argila, Latossolo Vermelho Distrófico - 530g kg-1 de argila e Argissolo Vermelho Distrófico - 220g kg-1 de argila) cultivados sob SPD e SCC foram submetidos a extrações sucessivas com resina trocadora de ânions (RTA) e ajustadas equações de cinética de primeira ordem para estimar a capacidade de dessorção máxima do solo. A dessorção da primeira extração e dessorção máxima de fósforo foram maiores na camada superficial do solo sob SPD, comparativamente ao SCC. Uma única extração com RTA representou, em média, 38, 46 e 49% do fósforo dessorvível para o solo muito argiloso, argiloso e arenoso, respectivamente, enquanto a estimativa pelo extrator Mehlich 1 representou, para os mesmos solos, 32, 46 e 89% da dessorção máxima de fósforo.
Biblioteca responsável: BR68.1