Your browser doesn't support javascript.

Portal de Pesquisa da BVS Veterinária

Informação e Conhecimento para a Saúde

Home > Pesquisa > ()
Imprimir Exportar

Formato de exportação:

Exportar

Exportar:

Email
Adicionar mais destinatários

Enviar resultado
| |

Treatment of the lateral patellar luxation in toy poodles

Guilherme Padilha Filho, João; de Assis Dórea Neto, Francisco; Cristina Dórea, Hélia; César Sanches, Rodrigo; Carlos Canola, Júlio.
Ci. Rural; 35(4)2005.
Artigo em Inglês | VETINDEX-Express | ID: vti-704748

Resumo

The purpose of this retrospective study was to report the occurrence of lateral patellar luxation in poodles. The animals were referred to the Orthopedics Service of the Veterinary Hospital, Faculdade de Ciências Agrárias e Veterinárias, - Jaboticabal Campus, São Paulo, Brazil, twelve client-owned poodles, seven females and five males poodles ranging in age from three to nine months. Clinical examination showed lameness, pain and deformities of the affected limbs. Surgical trochleoplasties were performed with medial retinacular overlap and medial tibial tuberosity transposition. The animals recovered their normal activity within a period of one to two weeks after surgery. Although this was a rarely occurring pathological condition in poodles, surgical repair was easy to execute because of its similarity to correction of medial patellar luxation. Lateral patellar luxation in small dogs is rare and, when present, is of congenital origin, at times progressing to marked functional impotence of the affected limbs.
O objetivo deste estudo retrospectivo foi relatar a ocorrência de luxação lateral em poodles. Os animais foram encaminhados ao Serviço de Ortopedia do Hospital Veterinário da Faculdade de Ciências Agrárias e Veterinárias, Campus de Jaboticabal, SP/Brasil, doze poodles, sete fêmeas e cinco machos, com idades variando entre três a nove meses. Ao exame clínico, notaram-se sinais de dor, claudicação e deformidades físicas dos membros afetados. Realizaram-se procedimentos cirúrgicos de condroplastia com sobreposição medial de retalho do retináculo e a transposição medial da crista tibial. O retorno à função do membro afetado ocorreu em um período de uma a duas semanas de pós-cirúrgico. Apesar de ser condição patológica rara em poodles, a reconstituição cirúrgica foi de fácil execução pela similaridade desta com a correção para luxação medial de patela. A luxação lateral de patela é rara em cães de raça pequena, e quando presente, é de origem congênita, podendo progredir para marcante impotência funcional dos membros afetados.
Biblioteca responsável: BR68.1