Your browser doesn't support javascript.

Portal de Pesquisa da BVS Veterinária

Informação e Conhecimento para a Saúde

Home > Pesquisa > ()
Imprimir Exportar

Formato de exportação:

Exportar

Exportar:

Email
Adicionar mais destinatários

Enviar resultado
| |

Produção e qualidade do leite na bacia leiteira de Pelotas-RS em diferentes meses do ano

Ricardo Garcia Martins, Paulo; Andrade da Silva, Cristiane; Fischer, Vivian; Edi Rocha Ribeiro, Maria; Stumpf Júnior, Waldyr; Balbinotti Zanela, Maira.
Ci. Rural; 36(1)2006.
Artigo em Português | VETINDEX-Express | ID: vti-704887

Resumo

We evaluated changes in milk production and quality during 11 months in nine milk production units, randomly chosen at the Pelotas dairy region. Mastitis incidence and average milk daily production were registered. Once a month, animal feed and bulk milk samples were collected at each production unit for further physical-chemical analysis and somatic cells count. Production units were classified in one of the following production systems: specialized, semi-specialized and not specialized. Analysis of variance was used to evaluate the effects of months, production systems and their interaction, according to a completely randomized design. Fat corrected milk production, crude protein, casein, lactose, total solids, solids non fat contents of the milk and mastitis incidence varied among months, but fat and non protein nitrogen contents and somatic cells count did not. In fall and winter, values for milk production and milk components contents were the lowest, while mastitis incidence was highest in spring and summer.
Avaliou-se a variação da produção e qualidade do leite, durante 11 meses do ano através do monitoramento de nove unidades produtoras de leite (UP), escolhidas aleatoriamente por pertencerem à bacia leiteira de Pelotas. Foram realizadas coletas mensais de leite e dos alimentos de cada UP. Foram avaliadas as características físico-químicas e contagem de células somáticas do leite, além da incidência de mastite e a produção média de leite das UP. As UP foram classificadas nos seguintes sistemas de produção: especializadas, semi-especializadas e não especializadas conforme critérios previamente estabelecidos. Na análise da variância, foram considerados os efeitos de sistemas de produção, meses do ano e a interação entre sistemas e meses do ano, segundo um delineamento completamente casualizado em arranjo fatorial. Foram observadas diferenças no leite produzido nos diversos meses do ano, quanto à produção de leite corrigida, proteína bruta, teor de caseína, teor de lactose, extrato seco total, extrato seco desengordurado e incidência de mastite, não sendo observadas, neste estudo, diferenças quanto às percentagens de gordura e nitrogênio não protéico do leite nem contagem de células somáticas. Nos meses de outono e inverno, ocorreram as menores produções de leite e menores teores dos componentes químicos, enquanto a ocorrência de mastite foi mais importante nos meses de primavera - verão.
Biblioteca responsável: BR68.1