Your browser doesn't support javascript.

Portal de Pesquisa da BVS Veterinária

Informação e Conhecimento para a Saúde

Home > Pesquisa > ()
Imprimir Exportar

Formato de exportação:

Exportar

Exportar:

Email
Adicionar mais destinatários

Enviar resultado
| |

Características de carcaça e qualidade de carne de bovinos inteiros ou castrados da raça Nelore, suplementados ou não durante o primeiro inverno

Malaguido Climaco, Saulo; Luis de Azambuja Ribeiro, Edson; Antônio da Rocha, Marco; Yurika Mizubuti, Ivone; das Dores Ferreira da Silva, Leandro; Yumi Noro, Lina; Turini, Tercílio.
Ci. Rural; 36(6)2006.
Artigo em Português | VETINDEX-Express | ID: vti-705160

Resumo

This research was aimed at evaluating quantitative and qualitative characteristics of the carcass and meat from intact or castrated beef cattle, supplemented or not supplemented during the first winter. Forty Nellore males, intact or castrated, with initial weight and age of 300kg and 14 months, were submitted to the treatments: 1) SUP - Animals on pasture and supplemented (0.5% of the live body weight) with concentrated (25% of soybean meal and 75% of ground corn) during the first winter (06/01/2003 to 09/21/2003), and 2) NSU - Animals on pasture, without supplementation. At slaughter, on an average age of 28 months, the carcass characteristics were evaluated. Animals of the NSU treatment presented the largest (P 0.05) muscle percentage in the carcass, when compared to animals of the SUP treatment (71.65 vs 68.53%, respectively), however, supplemented animals presented meats with greater tenderness (7.66 vs 6.41kgf). Differences were not observed (P>0.05) for fat thickness between castrated and intact animals (4.17 vs 2.20 mm, respectively), however, castrated animals presented greater (P 0.05) fat percentage in the carcass (16.68 vs 11.34%) and more tender meat (6.57 vs 7.50kgf) than the intact animals. Intact and non-supplemented animals presented backfat thickness lower than required by the industry.
Este trabalho teve como objetivo avaliar características quantitativas e qualitativas da carcaça e da carne de bovinos inteiros e castrados, suplementados ou não durante o primeiro inverno. Foram utilizados 40 bovinos Nelore, machos, inteiros e castrados, com peso inicial e idade média de 300kg e 14 meses, submetidos a dois tratamentos: SUP - os animais foram mantidos em pasto e receberam suplementação (0,5% do peso vivo) constituída por 25% de farelo de soja e 75% de milho em grão triturado, durante o primeiro inverno (01/06/2003 a 21/09/2003); NSU- animais mantidos em pasto, sem suplementação. Após o abate, à idade média de 28 meses, foram avaliadas as características de carcaça. Os animais do tratamento NSU apresentaram maior (P 0,05) percentagem de músculo na carcaça do que os do tratamento SUP (71,65 vs 68,53%, respectivamente), porém os animais suplementados apresentaram carnes mais macias (7,66 vs 6,41kgf). Não foram observadas diferenças (P>0,05) quanto à espessura de gordura subcutânea entre animais inteiros e castrados (2,20 vs 4,17mm, respectivamente), porém os castrados apresentaram maior (P 0,05) percentagem de gordura na carcaça (11,34 vs 16,68%) e carnes mais macias (7,50 vs 6,57kgf). Os animais inteiros e os não-suplementados apresentaram medida de gordura de cobertura inferior ao exigido pela indústria.
Biblioteca responsável: BR68.1