Your browser doesn't support javascript.

Portal de Pesquisa da BVS Veterinária

Informação e Conhecimento para a Saúde

Home > Pesquisa > ()
Imprimir Exportar

Formato de exportação:

Exportar

Exportar:

Email
Adicionar mais destinatários

Enviar resultado
| |

Duplicidade da artéria renal em cão

Singaretti de Oliveira, Fabrício; Corrêa Guimarães, Gregório.
Ci. Rural; 37(6)2007.
Artigo em Português | VETINDEX-Express | ID: vti-705489

Resumo

Renal vessels abnormalities are noticed with low frequency in veterinary medicine ad may have direct implications on the regular functioning of these organs due blood flow change. Thus, the aim of this report is describe a case of duplicity of the renal artery in a five year crossbred female weighting 18kg. The animal went to death due chronic hemoparasitosis and had latex injected by the thoracic aorta, on the sixth left intercostal space. It was dissected after being set in a 10% formaldehyde solution on the Animal Anatomy Laboratory of the Veterinary Medicine College, UNICASTELO, Fernandópolis, SP, aiming the visualization of the abdominal aorta branches. It was observed that the right kidney was irrigated by two arteries, of different diameters, characterizing duplicity of the renal artery. The secondary artery presented a diameter 28.1% smaller than the main artery of the same antimeter and 34.3% smaller than the main artery of the other antimeter. Both right arteries got into the kidney by the hilus region and presented practically parallel path. The left kidney presented irrigation by the corresponding renal artery, without any anatomical alteration in number. This kidney arterial duplicity should be considered in dogs, mainly when kidney alterations are present or when abdominal surgical interventions are driven near the kidneys, aiming to avoid errors due anatomical unfamiliarity of important structures.
Alterações vasculares renais são observadas com baixa freqüência em medicina veterinária e podem ter implicações diretas no funcionamento normal destes órgãos devido à alteração do fluxo sangüíneo. Assim, o objetivo deste relato é descrever um caso de duplicidade da artéria renal em uma cadela de cinco anos, sem raça definida e com 18kg. O animal veio a óbito após hemoparasitose crônica e foi submetido à injeção de látex pela aorta torácica, na altura do sexto espaço intercostal esquerdo. O animal foi dissecado após fixação com solução de formol a 10%, no laboratório de Anatomia Animal da Faculdade de Medicina Veterinária da UNICASTELO, Campus Fernandópolis, SP, visando-se à evidenciação dos ramos da aorta abdominal. Observou-se que o rim direito era irrigado por duas artérias, de calibres diferentes, caracterizando uma duplicidade dessa artéria renal. A artéria secundária apresentava diâmetro 28,1% menor que a principal do mesmo antímero e 34,3% menor que a principal do outro antímero. Ambas as artérias adentravam o rim pela região do hilo renal e apresentavam trajetos praticamente paralelos. O rim esquerdo apresentava irrigação pela artéria renal correspondente, sem qualquer alteração anatômica em número. Esta duplicidade da artéria renal deve ser considerada em cães, principalmente quando alterações renais estiverem presentes ou quando intervenções cirúrgicas abdominais forem conduzidas próxima aos rins, visando-se, dessa forma, a evitar que erros sejam cometidos por desconhecimento anatômico de estruturas importantes.
Biblioteca responsável: BR68.1