Your browser doesn't support javascript.

Portal de Pesquisa da BVS Veterinária

Informação e Conhecimento para a Saúde

Home > Pesquisa > ()
Imprimir Exportar

Formato de exportação:

Exportar

Exportar:

Email
Adicionar mais destinatários

Enviar resultado
| |

Recuperação funcional de cães com doença do disco intervertebral toracolombar submetidos ao tratamento cirúrgico

Festugatto, Rafael; Mazzanti, Alexandre; Gaspar Raiser, Alceu; Pelizzari, Charles; Zanini Salbego, Fabiano; Vilibaldo Beckmann, Diego; Trindade Pereira, Desydere; Passos dos Santos, Rosmarini.
Ci. Rural; 38(8)2008.
Artigo em Português | VETINDEX-Express | ID: vti-705620

Resumo

This report aimed at evaluating the functional recovery of 33 dogs with thoracolumbar intervertebral disk disease (IVDD) admitted at the Veterinary Hospital of Santa Maria Federal University (HVU-UFSM), from 2004 to 2006. The animals underwent surgical treatment. Data obtained from the dogs included: breed, age, sex, neurological status before the surgery, interpretation of the simple x-ray and myelography, duration of clinical signs, days to walking after surgery, urinary and fecal function and disease recurrence. Neurological signs before the surgery kept for a period smaller than 15 days in 27 (81.8%) dogs. Twenty dogs presented involution of the neurological signs at 30 days after the surgical procedure, six after 30 days, and one dog elapsed 60 days to return walking. One of the twenty-six dogs that had satisfactory functional recovery had urinary incontinence and two of them presented recurrence of IVDD. This study showed that the surgical treatment promotes satisfactory functional recovery in most of the dogs with thoracolumbar IVD; the prognostic for functional recovery after the surgical treatment is better as smaller the degree of neurological dysfunction and the recurrence percentage is lower when submitted to this therapy type.
O objetivo deste estudo foi avaliar a recuperação funcional de 33 cães com doença do disco intervertebral (DDIV) toracolombar submetidos ao tratamento cirúrgico, atendidos no Hospital Veterinário Universitário da Universidade Federal de Santa Maria (HVU-UFSM), no período entre 2004 e 2006. Os dados dos animais incluíram raça, idade, sexo, estado neurológico antes da cirurgia, interpretação da radiografia simples e contrastada, duração das deficiências neurológicas até o procedimento cirúrgico, tempo de recuperação pós-cirúrgico, função urinária e fecal e recidiva dos sinais clínicos. Quanto à duração dos sinais neurológicos antes da cirurgia, 27 (81,8%) permaneceram por um período inferior a 15 dias, 20 cães tiveram melhora dos sinais clínicos decorridos 30 dias do procedimento cirúrgico e seis, com mais de 30 dias, sendo que um desses demorou 60 dias para caminhar. Apenas um (3,8%) dos 26 cães que tiveram recuperação funcional satisfatória apresentou incontinência urinária e apenas um (3%) teve recidiva da DDIV. Pode-se concluir que o tratamento cirúrgico promove recuperação funcional satisfatória na maioria dos cães com DDIV toracolombar. O prognóstico para recuperação funcional após o tratamento cirúrgico é tanto melhor quanto menor for o grau de disfunção neurológica e o percentual de recidiva é baixo em animais submetidos a este tipo de terapia.
Biblioteca responsável: BR68.1