Your browser doesn't support javascript.

Portal de Pesquisa da BVS Veterinária

Informação e Conhecimento para a Saúde

Home > Pesquisa > ()
Imprimir Exportar

Formato de exportação:

Exportar

Exportar:

Email
Adicionar mais destinatários

Enviar resultado
| |

Determinação dos valores normais do eletrorretinograma de campo total em cães da raça Poodle portadores de catarata de acordo com a faixa etária

de Mendonça Vaz Safatle, Angélica; Lisak, Ricardo; Aya Otsuki, Denise; Gomes, Débora.
Ci. Rural; 40(3)2010.
Artigo em Português | VETINDEX-Express | ID: vti-706551

Resumo

Electroretinogram (ERG) is an objective and noninvasive diagnostic tool for the evaluation of retinal function, capable to detect early, lesions of the outermost layers in several species of animals. One of its main indications is to evaluate pre-surgical patients for cataract surgery. The determination of normal ERG values is essential if the aim is, by measuring the values; aid the diagnosis of retinal degeneration, despite of the presence of media opacity (cataract). The objective of this study was to standardize the values of electroretinogram responses in Poodle dogs with mature or hypermature cataract, submitted to the same sedation and dark adaptation protocol, using a portable electrodiagnostic system, BPM 200. In all animals, the ophthalmologic examination preceded ERG. Animals were divided into four groups according to age: 1 to 3 years (GI), 4 to 7 years (GII), 8 to 11 years (GIII) and 12 or more years (GIV). Peak-to-peak amplitude (peak of a-wave to peak of b-wave) and b-wave implicit time were measured in rod response and in maximal response and cone response. Dogs with decreased or absent responses were excluded from the study. GI presented decrease in amplitudes of the three responses and increase in b-wave implicit time of rod response when compared with the other groups. B-wave implicit times in maximal response and cone response were practically unaltered in all four groups. It was concluded that there was age-dependent changes in electroretinographic parameters, with decreased amplitudes in rod response, maximal response and cone response. Delay in b-wave implicit time was observed in rod response and unchanged in the two others tested responses of animals subjected to the same ERG protocol.
Eletrorretinograma (ERG) é um meio diagnóstico objetivo, não invasivo e capaz de avaliar a função retiniana, detectando precocemente, em diversas espécies, lesões nas camadas mais externas. Tem como uma das principais indicações a avaliação pré-cirúrgica em pacientes portadores de catarata. A determinação dos valores normais do ERG é indispensável quando se objetiva, pela mensuração dos valores, o auxílio no diagnóstico das degenerações retinianas, mesmo quando apresentam opacidade de meios (catarata). Este estudo teve como objetivo padronizar os valores das respostas do eletrorretinograma em cães da raça Poodle portadores de catarata madura ou hipermadura, submetidos ao mesmo protocolo de sedação, adaptação ao escuro e eletrodo, utilizando aparelho portátil BPM 200. Em todos os animais, o exame oftalmológico precedeu o ERG. Os animais foram separados em quatro grupos de acordo com a faixa etária: um a três anos (GI), quatro a sete anos (GII), oito a 11 anos (GIII) e 12 anos ou mais (GIV). Foram mensuradas a amplitude pico a pico (pico da onda-a até o pico da onda-b) e o tempo de culminação da onda-b na resposta de bastonetes, máxima resposta e resposta de cones. Cães com respostas atenuadas ou extintas foram excluídos deste trabalho. Observou-se diminuição das amplitudes das três respostas quando se comparou GI com os demais grupos. Houve aumento do tempo de culminação da onda-b na comparação da resposta de bastonetes de GI com os outros grupos. O tempo de culminação da onda-b na máxima resposta e resposta de cones manteve-se praticamente inalterado nos quatro grupos testados. Concluiu-se que houve alteração dependente de idade nos parâmetros eletrorretinográficos, com diminuição da amplitude na resposta de bastonetes, máxima resposta e resposta de cones, enquanto que, no tempo de culminação da onda-b, apenas a resposta de bastonetes foi estatisticamente significante nos animais submetidos ao mesmo protocolo na execução do ERG.
Biblioteca responsável: BR68.1