Your browser doesn't support javascript.

Portal de Pesquisa da BVS Veterinária

Informação e Conhecimento para a Saúde

Home > Pesquisa > ()
Imprimir Exportar

Formato de exportação:

Exportar

Exportar:

Email
Adicionar mais destinatários

Enviar resultado
| |

Phenotypic correlations among meat quality traits in broilers

Bertollini de Jesus Silva, Luana; de Genova Gaya, Leila; Paula Madureira, Ana; Tarôco, Graziela; Bento Sterman Ferraz, José; Barreto Mourão, Gerson; Chicaroni de Mattos, Elisângela; Michelan Filho, Tércio.
Ci. Rural; 41(8)2011.
Artigo em Inglês | VETINDEX-Express | ID: vti-707354

Resumo

The goals of this research were to estimate the phenotypic correlations among various meat quality traits from a male broiler line and to describe the relation among these variables. Phenotypical correlations were determined among quality traits, isolating the effects of slaughter date, the age of the mother and sex. The evaluated traits were pH measurements taken at time 0 and at 6 and 24 hours after slaughtering, color parameters, water loss due to exudation, thawing and cooking of the meat, and shear force. Important associations (P 0.01) were found to be significant and, in most cases, weak or moderate, varying from -0.35 to 0.28. The initial pH of the meat was not associated (P>0.05) to the other traits of the meat, whereas the pH at 24 hours after slaughter was able of directly interfering with the attributes of the meat, since this trait was inversely related with lightness and water losses, which indicates an effect of pH fall along 24h after slaughtering on protein denaturation. This study demonstrates that the variables of poultry meat quality are related and that there is a phenotypical association between lightness and cooking losses and the other attributes of the meat. The pH at 24 hours after slaughtering, lightness and cooking losses could be efficient meat quality indicators in this broiler line.
O objetivo desta pesquisa foi estimar as correlações fenotípicas entre as características de qualidade de carne de uma linhagem macho de frangos de corte. Para tanto, foram determinadas as correlações fenotípicas entre essas características, isolando-se os efeitos de data de abate, idade da mãe e sexo. As características avaliadas foram: medidas de pH inicial, em 6 e em 24 horas após o abate, parâmetros de cor, perdas por exsudação, descongelamento e cozimento da carne e força de cisalhamento. A maioria das associações obtidas foi de intensidade fraca a moderada, porém significativa, com magnitude variando entre -0,35 e 0,28. O pH inicial da carne não esteve associado de modo importante com as outras características de qualidade de carne (P>0,05), enquanto o pH em 24 horas após o abate interferiu diretamente nos atributos da carne (P 0,01), estando inversamente relacionado com o teor de luminosidade e as perdas de água da carne, indicando um efeito da queda do pH ao longo das 24 horas após o abate na desnaturação protéica. Comprovou-se a existência da relação entre as variáveis de qualidade de carne em aves, havendo associação fenotípica entre o teor de luminosidade e as perdas por cozimento e as demais características avaliadas. Dessa forma, o pH em 24 horas após o abate, o teor de luminosidade e as perdas por cozimento da carne podem ser indicadores eficientes da qualidade da carne na linhagem estudada.
Biblioteca responsável: BR68.1