Your browser doesn't support javascript.

Portal de Pesquisa da BVS Veterinária

Informação e Conhecimento para a Saúde

Home > Pesquisa > ()
Imprimir Exportar

Formato de exportação:

Exportar

Exportar:

Email
Adicionar mais destinatários

Enviar resultado
| |

Parasitological analysis of synovial fluid from dogs naturally infected with Leishmania sp.

Nobrega Gomes da Silva, Mayara; Thiago Prates Pereira, Deyverson; Ligia de Arruda Mistieri, Maria; Lubeck, Irina.
Ci. Rural; 44(7)2014.
Artigo em Inglês | VETINDEX-Express | ID: vti-708885

Resumo

The aim of this study was to verify the feasibility of synovial fluid (SF) analysis for the parasitological diagnosis of leishmaniasis in naturally infected dogs. Aseptic arthrocentesis of the tarsal and carpal joints of 40 infected dogs (158 Leishmania sp samples) was conducted after euthanasia. The SF smears were evaluated under optic microscopy and amastigotes were detected in the SF of 35 dogs (87.5%). Of the 93 positive samples, 53% were obtained from the tarsal joints, and 47% were obtained from the carpal joints. Amastigote forms were confirmed in one (17%), two (26%), three (31%) or all four investigated joints (26%). This research highlights the feasibility and high sensitivity of SF evaluation for the parasitological diagnosis of leishmaniasis in symptomatic dogs.
O objetivo deste estudo foi verificar a viabilidade da análise do líquido sinovial (LS) para o diagnóstico parasitológico de leishmaniose em cães naturalmente infectados. Artrocenteses assépticas das articulações do tarso e do carpo de 40 cães infectados (totalizando 158 amostras articulares) foram realizadas após a eutanásia. Os esfregaços LS foram avaliados sob microscopia óptica e formas amastigotas de Leishmania sp. foram detectadas no LS de 35 cães (87,5%). 93 amostras articulares foram positivas, sendo 53% obtidas a partir das articulações tarsais e 47% obtidas de articulações carpais. Formas amastigotas foram confirmadas em uma (17%), duas (26%), três (31%) ou todas as quatro articulações investigadas (26%). Este trabalho destaca a viabilidade e a alta sensibilidade da avaliação LS para o diagnóstico parasitológico de leishmaniose em cães sintomáticos.
Biblioteca responsável: BR68.1