Your browser doesn't support javascript.

Portal de Pesquisa da BVS Veterinária

Informação e Conhecimento para a Saúde

Home > Pesquisa > ()
Imprimir Exportar

Formato de exportação:

Exportar

Exportar:

Email
Adicionar mais destinatários

Enviar resultado
| |

Cervical and transdiaphragmatic paraxiphoid thoracoscopy in dogs: evaluation of respiratory response and blood pressure

Luizari Guedes, Rogério; Pedro Scussel Feranti, João; Reginatto dos Santos, Fabiane; Brambatti, Gustavo; Variani Tomazzoni, Fernando; Teresa de Oliveira, Marília; Veloso Brun, Maurício; Wiecheteck de Souza, Fernando.
Ci. Rural; 44(7)2014.
Artigo em Inglês | VETINDEX-Express | ID: vti-708894

Resumo

This study evaluated the cervical and transdiaphragmatic thoracoscopic approaches regarding their implementation, intrathoracic evaluation and application of a chest tube, using the treatment of pneumothorax as an experimental model. After injection of 20ml kg-1 of air per hemithorax, thoracoscopy was made by transdiaphragmatic paraxiphoid or cervical positions. After cavity examination, a thoracic drain was inserted using the surgical site to drain the pneumothorax. The cardiorespiratory function and arterial blood gas were measured during time of evaluation. The cavity examination allowed visualizing the aspect and function of intrathoracic structures. There were no significant differences between the two approaches when comparing the measurements made in each period evaluated. Both enabled intracavitary exploration and application of thoracic drain. Cervical access shows viability, but resulted in the death of two patients, and it not recommended as a substitute for the latter in the insertion of thoracic drains in dogs.
Este estudo avaliou os acessos toracoscópicos cervical e paraxifóide em relação à sua aplicação, avaliação intratorácica e colocação de dreno torácico, utilizando o tratamento de pneumotórax como modelo experimental. Após a injeção de 20ml kg-1 de ar por hemitórax, a toracoscopia foi realizada pelas técnicas cervical ou paraxifóide transdiafragmática. Após a exploração da cavidade, foi inserido um dreno torácico utilizando o acesso cirúrgico para drenar o pneumotórax. A função cardiorrespiratória e a gasometria arterial foram aferidas durante o tempo de avaliação. A exploração da cavidade permitiu visualização do aspecto e função das estruturas intratorácicas. Não houve diferenças significativas entre os dois acessos quanto aos dados aferidos em cada período de avaliação. Ambos permitiram exploração intracavitária e aplicação do dreno torácico. O acesso cervical demonstra viabilidade, porém resultou na morte de dois pacientes, e não é recomendado como substituta à paraxifóide transdiafragmática para a aplicação de drenos torácicos em cães.
Biblioteca responsável: BR68.1