Your browser doesn't support javascript.

Portal de Pesquisa da BVS Veterinária

Informação e Conhecimento para a Saúde

Home > Pesquisa > ()
Imprimir Exportar

Formato de exportação:

Exportar

Exportar:

Email
Adicionar mais destinatários

Enviar resultado
| |

Hematology and blood biochemistry in wild hybrid marmosets from the Atlantic Forest, Brazil

de Oliveira e Silva, Ita; de Fátima Rodrigues da Silva, Fernanda; Franco Fuzessy, Lisieux; de Oliveira Tavela, Alexandre; Carretta Júnior, Moacir; Herold Dornelas e Silva, Vinícius; Antônio Rego de Paula, Tarcízio; Boere, Vanner.
Ci. Rural; 44(9)2014.
Artigo em Inglês | VETINDEX-Express | ID: vti-708943

Resumo

This paper aims to describe the hematological and biochemical values of wild hybrid marmoset (Callithrix penicillata and C. geoffroyi) found in a forest zone of Southeastern Brazil. The marmosets were anaesthetized using ketamine and xylazine hydrochloride. Blood samples (0.5-1mL) were collected through the venipuncture of the femoral vein. Hematological and biochemical analyses were performed using automated counters and biochemical kits. The comparison for sex (adult males vs. adult females) and age class (juvenile vs. adult) physiological data and weight were analyzed through Student's t-test for independent samples. Significant differences between sex were observed in erythrocytes (P 0.01) and hemoglobin (P 0.05). The present study provides essential baseline information on the normal blood values of wild hybrid marmosets, the data of which are not readily accessible from the existing body of scientific literature on nonhuman primates.
Este artigo objetiva descrever os valores hematológicos e bioquímicos de saguis híbridos selvagens (Callithrix penicillata e C. geoffroyi) encontrados em uma zona florestal do Sudeste do Brasil. Os saguis foram anestesiados usando cetamina e hidrocloridrato de xilazina. As amostras de sangue (0,5-1mL) foram coletadas por punção da veia femoral. As análises hematológicas e bioquímicas foram realizadas por meio de contadores automáticos e kits bioquímicos. A comparação dos dados fisiológicos e pesos para o gênero (machos vs. fêmeas) e a classe de idade (juvenil vs. adulto) foram analisados através do teste t de Student para amostras independentes. Observaram-se diferenças significativas de gênero para eritrócitos (P 0,01) e hemoglobina (P 0,05). O presente estudo fornece informação básica essencial sobre os valores hematológicos normais de saguis híbridos selvagens, dados que não são prontamente disponíveis na literatura científica atual sobre primatas não humanos.
Biblioteca responsável: BR68.1