Your browser doesn't support javascript.

Portal de Pesquisa da BVS Veterinária

Informação e Conhecimento para a Saúde

Home > Pesquisa > ()
Imprimir Exportar

Formato de exportação:

Exportar

Exportar:

Email
Adicionar mais destinatários

Enviar resultado
| |

Performance of calves fed with sorghum or sugar cane silages as only roughages / Desempenho de bezerros recebendo silagens de sorgo ou de cana-de-açúcar como únicos alimentos volumosos

Valvasori, Edison; de Sousa Lucci, Carlos; Lima Pires, Fernando; Rodrigues Pozzi Arcaro, Juliana; Arcaro Jr., Irineu.
Braz. j. vet. res. anim. sci; 35(5): 229-232, 1998.
Artigo em Português | VETINDEX-Express | ID: vti-710266

Resumo

Sorghum silage (SS) or sugar cane silage (SC) supplemented with cottonseed meal to adjust the diets crude protein concentration to 16%, were fed to black and white Holstein calves, to evaluate their performances concerning feed consumption, weight gains and food conversions. The animals presented 97.7kg +-1.0 kg liveweight at the beginning of the trial, which consisted of a 14 days adaptation period followed by a 70 days experimental period. Sorghum silage presented higher daily weight gains averages than sugar cane silage: 0.601 kg against 0.378 kg (p 0.05), feed conversion (kilograms of dry matter consumption by kilogram of liveweight gain) of 7.760 and 12.830 (p 0.05) and a protein conversion of 1.444 and 2.210 kg of ingested crude protein by kilogram of liveweight gain (p 0.05). Daily dry matter consumptions (4.638 kg and 4.671 kg); and daily protein consumption (0.798 kg and 0.805 kg) respectively for SS and SC, were not statistically different (p>;0.05).
Silagens de sorgo granífero (tratamento SS) e de cana-de-açúcar (tratamento SC), suplementadas com farelo de algodão para ajustar o nível protéico das dietas a 16%, foram fornecidas a bezerros da raça Holandesa variedade malhada de preto, para avaliação de seus desempenhos em termos de consumo de alimentos, ganhos de peso e conversões alimentares. Os animais apresentaram média de peso de 97,7 ± 1,0 kg ao início do período de adaptação, de 14 dias, ao qual seguiu-se período experimental de 70 dias. Os resultados mostraram que o tratamento com silagem de sorgo granífero foi superior ao com cana-de-açúcar (p 0,01) em termos de ganhos diários de peso (0,601 kg contra 0,378 kg), conversão alimentar em quilogramas de matéria seca ingeridas por quilo de ganho de peso (7,760 kg contra 12,830 kg) e em quilogramas de proteína bruta ingeridas por quilo de ganho de peso (1,440 kg contra 2,210 kg). Os consumos diários de matéria seca (4,638 kg e 4,671 kg) e de proteína bruta (0,798 kg e 0,805 kg) para SS e SC, respectivamente, apresentaram semelhança estatística entre tratamentos (p>;0,05).
Biblioteca responsável: BR68.1