Your browser doesn't support javascript.

Portal de Pesquisa da BVS Veterinária

Informação e Conhecimento para a Saúde

Home > Pesquisa > ()
Imprimir Exportar

Formato de exportação:

Exportar

Exportar:

Email
Adicionar mais destinatários

Enviar resultado
| |

Ruminal degradability in dry and lactating cows, with 70% or 50% of roughage as dry matter diets / Degradabilidade ruminal de alimentos em vacas secas e lactantes, recebendo 70% ou 50% de MS das rações como volumosos

de Sousa Lucci, Carlos; Melotti, Laércio; Kodaira, Vanessa; Luiz de Castro, Ari; Henrique Mazza Rodrigues, Paulo.
Braz. j. vet. res. anim. sci; 35(3): 127-133, 1998.
Artigo em Português | VETINDEX-Express | ID: vti-710284

Resumo

Four dry and four lactating Holstein heifers, received the following treatments to evaluate rumen degradabilities of soybean meal, rice meal, coast cross hay and sugar cane, through a dacron bag in situ technique: A = 70% roughage diet; dry cows; B = 70% roughage diet, lactating cows; C = 50% roughage diet, dry cows and D = 50% roughage diet, lactating cows. A randomized block design was used and the treatments had four repetitions in different times. Dry cows presented a higher degradability rate for soybean meal, coast cross hay and sugar cane than lactating females. Lactating cows consumed 40% more dry matter than the dry ones and presented higher rumen liquid turn-over. Coast cross hay and sugar cane were better digested with 70% roughage diets, than with the 50% roughage diets.
Oito novilhas holandesas, quatro secas e quatro em lactação, receberam os seguintes tratamentos, visando medir degradabilidade ruminal dos alimentos, farelo de soja, farelo de arroz, feno coast cross e cana-de-açúcar, pelo processo de sacos de nàilon in situ: A - 70% de volumosos; vacas secas; B - 70% de volumosos; vacas em lactação; C - 50% de volumosos, vacas secas e D - 50% de volumosos, vacas em lactação. O delineamento foi em blocos ao acaso e os tratamentos foram aplicados em quatro períodos consecutivos. Vacas secas degradaram melhor farelo de soja, feno coast cross e cana-de-açúcar que as em lactação. As fêmeas lactantes consumiram 40% mais matéria seca que as não- lactantes e apresentaram maior turn-over do líquido ruminal. Os alimentos feno de coast cross e cana-de-açúcar foram melhor degradados nas dietas com 70% de volumosos em relação às com 50%.
Biblioteca responsável: BR68.1