Your browser doesn't support javascript.

Portal de Pesquisa da BVS Veterinária

Informação e Conhecimento para a Saúde

Home > Pesquisa > ()
Imprimir Exportar

Formato de exportação:

Exportar

Exportar:

Email
Adicionar mais destinatários

Enviar resultado
| |

Poultry litter ruminal degradability through in situ nylon bag technique with heifers / Degradabilidade ruminal de camas de frangos pela técnica dos sacos de náilon in situ com bovinos

Melotti, Laércio; de Sousa Lucci, Carlos; Carlo Franco Morgullis, Sérgio; Luiz de Castro, Ari; Henrique Mazza Rodrigues, Paulo.
Braz. j. vet. res. anim. sci; 35(2): 92-95, 1998.
Artigo em Português | VETINDEX-Express | ID: vti-710296

Resumo

Ruminal dry matter (DM), organic matter (OM) and crude protein (CP) degradabilities of poultry litter containing either rice hulls, peanuts hulls or corn cobs were estimated through in situ nylon bag technique with rumen fistulated heifers fed with corn silage and poultry litter. Statistical design was randomized blocks. The results showed that DM effective degradability of peanuts hulls poultry litter (70.07%) was similar to corn cobs (67.42%) and higher than (p 0.05) rice hulls (60.68%). Similar results were observed for OM (peanuts hulls: 67.66%; corn cobs: 67.43%; rice hulls: 60.74%). CP effective degradability of corn cobs poultry litter (78.39%) was lower than (p 0.05) peanuts hulls (83.23%) or rice hulls (83.97%). Peanuts hulls and corn cobs were better materials than rice hulls.
Avaliou-se a degradabilidade ruminal da matéria seca (MS), matéria orgânica (MO) e proteína bruta (PB) de camas de frangos tendo como substrato cascas de arroz, cascas de amendoim e sabugo de milho, através da técnica de sacos de náilon in situ em bovinos dotados de fístulas permanentes de rúmen alimentados com silagem de milho e cama de frangos. O delineamento estatístico foi o de blocos ao acaso, com repetição dentro dos blocos, e os resultados obtidos foram: a degradabilidade efetiva da MS (calculada para taxa de passagem de 0,02) da cama de cascas de amendoim (70,07%) igualou a degradabilidade da cama de sabugo de milho (67,42%) e ambas superaram (p 0,05) a da cama de cascas de arroz (60,68%), sendo estes achados semelhantes para a MO (cama de cascas de amendoim: 67,66%; sabugo de milho: 67,43%; cascas de arroz: 60,74%). Para a PB, a degradabilidade efetiva da cama de sabugo de milho (78,39%) foi significativamente menor (p 0,05) quando comparada às camas de cascas de amendoim (83,23%) ou cascas de arroz (83,97%). A casca de amendoim igualou o sabugo de milho, material considerado de boa qualidade na confecção de camas de frangos para utilização na alimentação animal (ruminantes), e superou a casca de arroz.
Biblioteca responsável: BR68.1