Your browser doesn't support javascript.

Portal de Pesquisa da BVS Veterinária

Informação e Conhecimento para a Saúde

Home > Pesquisa > ()
Imprimir Exportar

Formato de exportação:

Exportar

Exportar:

Email
Adicionar mais destinatários

Enviar resultado
| |

Haematological and hormonal studies from broiler chickens fed with corn contaminants: Crotalaria spectabilis e Senna occidentalis / Estudos hematológico e hormonal de frangos de corte tratados com contaminantes do milho: Crotalaria spectabilis e Senna occidentalis

Paula Massae Nakage, Ana; Macari, Marcos; Satiko Okada Nakaghi, Laura; Braga Malheiros, Euclides; Helena Vasques, Lúcia; Roberto Secato, Euclides.
Braz. j. vet. res. anim. sci; 37(5): 377-381, 2000.
Artigo em Português | VETINDEX-Express | ID: vti-710323

Resumo

Crotalaria spectabilis (crotalária) e a Senna occidentalis (fedegoso) can grow in corn fields and during harvesting this cereal can be contaminated with the seeds of those plants which presents toxicity to animals. The aim of this study was to investigate the erythrocytes morphometric parameters, haematological variables and plasma hormones concentrations of broilers chickens fed rations of two energy levels to which were added 0,1% e 0,5% of Crotalaria spectabilis e a Senna occidentalis seeds, respectively. One hundred and eighty broilers chicks were divided into 6 groups according to a factorial analysis 3 x 2 (control, crotalaria and fedegoso as main treatments and two energy levels, 2,900 and 3,200 kcal ME/kg of ration). The results of this experiment showed that the crotalaria toxin reduced the number of the red blood cells, the haematocrit and mean corpuscular volume (MCV) with no effect on the morphometric studied parameters. These seeds due to its hepatic toxicity induced a high incidence of ascites. The fedegoso seeds were not able to induce ascite in the broilers.
Crotalaria spectabilis (crotalária) e a Senna occidentalis (fedegoso) podem crescer em plantações de milho e, durante a colheita, este cereal pode ser contaminado com as sementes dessas plantas, que apresenta toxicidade para os animais. O objetivo deste estudo foi investigar os parâmetros morfométricos dos eritrócitos, as variáveis hematológicas e a concentração plasmática hormonal dos frangos de corte tratados com ração de dois níveis de energia, que foi adicionada de 0,1% e 0,5% de sementes de Crotalaria spectabilis e Senna occidentalis, respectivamente. Cento e oitenta frangos de corte foram divididos em seis grupos, de acordo com uma análise fatorial 3 x 2 (controle, crotalária e fedegoso como tratamentos principais e dois níveis de energia, 2.900 e 3.200 kcal ME/kg de ração). Os resultados deste experimento mostraram que o efeito tóxico da crotalária determinou uma redução no número de hemácias, no valor do hematócrito e do VCM, não influenciando os parâmetros morfométricos avaliados. A semente de crotalária induziu, também, aumento na incidência de ascite, em função de sua toxicidade hepática. Já a semente de fedegoso não mostrou toxicidade suficiente para induzir ascite nos frangos.
Biblioteca responsável: BR68.1