Your browser doesn't support javascript.

Portal de Pesquisa da BVS Veterinária

Informação e Conhecimento para a Saúde

Home > Pesquisa > ()
Imprimir Exportar

Formato de exportação:

Exportar

Exportar:

Email
Adicionar mais destinatários

Enviar resultado
| |

Effects of sodium lasalocid and roughage/concentrate ratio on ruminal fermentation in dry cows / Efeitos da lasalocida sódica e proporção volumoso/concentrados sobre a fermentação ruminal em vacas secas

Henrique Mazza Rodrigues, Paulo; de Sousa Lucci, Carlos; Luiz de Castro, Ari.
Braz. j. vet. res. anim. sci; 37(3): 253-258, 2000.
Artigo em Português | VETINDEX-Express | ID: vti-710360

Resumo

Sodium lasalocid and different roughage:concentrates ratios were studied in a 4 x 4 change over design, with four canulated heifers (500 kg body weight). Treatments were applied in a 2 x 2 factorial arrangement with 40% or 70% of roughage (Coast Cross hay) and zero or 200 mg of lasalocid/animal/day. Ruminal liquid collections were made at the twentieth first day of each experimental subperiod at 0, 1, 2, 3, 4, 6, and 8 hours after first meal. Statistical interaction between lasalocid and roughage:concentrate ratio was detected in molar percentage of propionate (p 0.05): lower roughage diet increased propionate 19.0% with lasalocid but only 0.6% without. Also, lower roughage diet decreased acetate:propionate ratio 20.6% with and only 4.9% without lasalocid (p 0.05). Acetate was 4.7% lower and butirate 15.7% greater at the 40% roughage diet, with or without lasalocid (p 0.05). Lower roughage diets increased DM consumption (p 0.05), decreased ruminal ammonia concentration since four hours after the first meal (p 0.05), decreased ruminal pH since two hours after the first meal (p 0.05) and decreased ruminal liquid turnover by quilogram of DM consummed (p 0.05), but did not result in differences of liquid ruminal volume or blood urea concentrations.
Efeitos da lasalocida sódica e de diferentes proporções volumoso:concentrados foram estudados em experimento em Quadrado Latino 4 x 4, utilizando-se quatro fêmeas bovinas (500 kg P.V.) dotadas de cânulas ruminais. Os tratamentos foram dispostos em arranjo fatorial 2 x 2 com 40% ou 70% de volumoso (feno de Coast Cross) e zero ou 200 mg de lasalocida/animal/dia. Colheitas de líquido ruminal foram realizadas no 21º dia de cada subperíodo experimental às 0, 1, 2, 3, 4, 6 e 8 horas após a 1ª refeição. Observou-se interação entre tratamentos sobre a porcentagem molar de propionato e a relação acetato:propionato (p 0,05): o emprego de menos volumoso aumentou o propionato em 19,0% na presença de lasalocida e 0,6% na sua ausência. Similarmente, a relação A:P diminuiu 20,6% na presença de lasalocida e 4,9%, na sua ausência (p 0,05). Menor proporção de volumoso fez diminuir a porcentagem molar de acetato em 4,7% e aumentar a de butirato em 15,7%, independentemente da lasalocida (p 0,05). O decréscimo da proporção de volumoso aumentou a ingestão de MS (p 0,05), diminuiu a concentração ruminal de amônia a partir de 4 horas após a 1ª refeição (p 0,05), diminuiu o pH do líquido ruminal a partir de 2 horas (p 0,05) e o fluxo ruminal de líquidos/kg de MS consumida (p 0,05), mas não alterou o volume líquido ruminal ou as concentrações séricas de uréia.
Biblioteca responsável: BR68.1