Your browser doesn't support javascript.

Portal de Pesquisa da BVS Veterinária

Informação e Conhecimento para a Saúde

Home > Pesquisa > ()
Imprimir Exportar

Formato de exportação:

Exportar

Exportar:

Email
Adicionar mais destinatários

Enviar resultado
| |

Electroneuromyographic evaluation in healthy cats and in those submitted to the nutritional secondary hyperparathyroidism / Avaliação eletroneuromiográfica em gatos normais e submetidos ao hiperparatireoidismo secundário nutricional

Canevese Rahal, Sheila; Antonio de Lima Resende, Luiz; Carolina Mortari, Ana; Regina Torelli, Sandra; Hasegawa Gonçalves Caporali, Evelyn.
Braz. j. vet. res. anim. sci; 40: 38-46, 2003.
Artigo em Português | VETINDEX-Express | ID: vti-710512

Resumo

The aim of this study was to evaluate the motor nerve conduction velocity, neuromuscular transmission, and electromyography at rest in healthy cats (group I) and in cats submitted to the nutritional secondary hyperparathyroidism (group II). Ten mongrel cats, six males and four females, aged between 4 and 5 months and average body weight of 1.67 kg were used to establish normal pattern (group I). Ten mongrel cats, five males and five females, initial age between 2 and 3 months, old and initial body weight of 820 grams were used in group II. After 10 days of adaptation period, the group II animals were fed with raw heart beef for 60 days to induce the nutritional secondary hyperparathyroidism. It was possible to conclude that the motor nerve conduction velocity, and electromyographic findings of insertional and spontaneous activities of cats with nutritional secondary hyperparathyroidism showed similar pattern to healthy cats at the same age. Using repetitive stimulation at 3Hz it was observed global tendency to decrement of the compound muscle action potentials, and using repetitive stimulation at 10Hz a tendency to decrement or increment occurred; though, the variations were at normal limit.
O trabalho teve por objetivos estudar a condução nervosa motora e a transmissão neuromuscular e eletromiografia de repouso em gatos normais (grupo I), submetidos a hiperparatireoidismo secundário nutricional (grupo II). Para estudo normativo (grupo I), foram utilizados 10 gatos, aparentemente saudáveis, sem raça definida, sendo seis machos e quatro fêmeas, com idades entre 4 e 5 meses e peso médio de 1,67kg. No grupo II, empregaram-se 10 gatos, sem raça definida, sendo cinco machos e cinco fêmeas, com idade aproximada inicial entre 2 e 3 meses e peso inicial médio de 820 gramas. Após um período de adaptação de 10 dias, foram alimentados por 60 dias com coração bovino moído e cru, visando a indução de hiperparatireoidismo secundário nutricional. Foi possível concluir que latência, amplitude e velocidade de condução nervosa motora e os achados eletromiográficos das atividades insercional e espontânea de gatos com hiperparatireoisdismo secundário nutricional, apresentaram um padrão similar aos de gatos normais da mesma idade. Para estimulações repetitivas a 3Hz, observou-se tendência global a decremento dos potenciais de ação musculares compostos e a 10 Hz houve tendência de incremento ou decremento; entretanto, tais variações apresentaram-se dentro dos limites de normalidade.
Biblioteca responsável: BR68.1