Your browser doesn't support javascript.

Portal de Pesquisa da BVS Veterinária

Informação e Conhecimento para a Saúde

Home > Pesquisa > ()
Imprimir Exportar

Formato de exportação:

Exportar

Exportar:

Email
Adicionar mais destinatários

Enviar resultado
| |

Course of secondary humoral immune response shortly after revaccination with BHK-21 cell culture inactivated rabies vaccine adjuvanted with aluminum hydroxide / Perfil da resposta imune humoral de bovinos após a revacinação com vacina anti-rábica inativada, preparada em células BHK contendo Hidróxido de Alumínio

Honma Ito, Fumio; de Angelis Côrtes, José; M. Rweyemamu, Mark; Umehara, Ossamuro; Medeiros Neto, Raul; de Lucca Neto, Domingos; Baltazar, Mario; Arruda Vasconcellos, Silvio; Ester Parreira Vasconcellos, Marcia.
Braz. j. vet. res. anim. sci; 28(1): 51-57, 1991.
Artigo em Inglês | VETINDEX-Express | ID: vti-710674

Resumo

The phenomenon of "in vivo" blocking effect of antigen, due to the presence of rabies specific neutralizing antibodies in previously vaccinated cattle, and its possible interference on the humoral immunologic response to revaccination was investigated in five zebu-crossbred bovines reared in field condition. The secondary vaccination was performed 180 days from the first immunization, using a commercial inactivated rabies vaccine prepared in BHK-21 cells. Serum samples were taken sequentially after each vaccine administration at intervals of 0 (zero), 24 and 72 hours, and after 7 and 14 days for the determination of neutralizing antibodies. The mean neutralizing antibody titer determined for sera taken immediately before the first vaccination was 1:5, at 24 and 72 hours post-vaccination, 1:6.25; the mean value found at 7 days post-vaccination was 1:144 ± 51;and 1:3,460 ± 1,329, at 14 days post-vaccination with mean titer of 1:58 ± 14; 24 hours after revaccination the mean titer was 1:129 ± 80, raising forwardly to1:277 ± 161, at 72 hours post-revaccination, and increasing levels > 1:6,400 and > 1:25,600 were found at 7 and 14 days post-revaccination, evidenciating a full anamnestic response. The blocking effect of antigen and the consequent fall in antibody levels shortly after the revaccination was not observed.
O fenômeno do consumo de antígeno, devido apresentação de anticorpos neutralizantes específicos para a raiva, em bovinos previamente vacinados e a sua possível interferência na resposta imunológica humoral, decorrente de revacinação, foi investigado em cinco bovinos mestiços azebuados, criados em condições de campo. A revacinação foi realizada 180 dias após a primeira aplicação, utilizando uma vacina comercial inativada, preparada em células BHK-21. As amostras de soros foram obtidas em intervalos sequenciais de 0 (zero), 24 , 72 horas, sete e 14 dias, em cada vacinação e foram submetidas à prova de neutralização em camundongos para a pesquisa de anticorpos. O título médio de anticorpos neutralizantes, encontrado para o momento imediatamente antes da primeira vacinação foi 1:5, 24 e 72 horas após a vacinação foi 1:6, 25; no sétimo dia pós-vacinação o valor médio foi de 1:144 ± 51; aos 14 dias pós-vacinação, 1:3.460 ± 1.329. Todos os animais apresentaram títulos detectáveis no 180ª dia pós-vacinação, com um valor médio de 1:58 ± 14; no entanto, 24 horas após a dose revacinante, foi detectado um valor médio de 1:129 ± 80, ascendendo para 1:277 ± 161 no 3 S dia pós-vacinação, e níveis crescentes no 7 ! e no 14! pós-vacinação, com valores, respectivamente, superiores a 1:6.400 e1:25.600, indicando o estabelecimento de uma resposta anamnéstica plena. Não foi observado o ef
Biblioteca responsável: BR68.1