Your browser doesn't support javascript.

Portal de Pesquisa da BVS Veterinária

Informação e Conhecimento para a Saúde

Home > Pesquisa > ()
Imprimir Exportar

Formato de exportação:

Exportar

Exportar:

Email
Adicionar mais destinatários

Enviar resultado
| |

PERFIL DE RESISTÊNCIA E SENSIBILIDADE ANTIMICROBIANA DE AMOSTRAS DE Escherichia coli ISOLADAS DE LEITÕES COM DIARRÉIA CRIADOS AO AR LIVRE NA REGIÃO SUDOESTE DO PARAN?, BRASIL

Francisco Filippsen, Laerte; eaneoseaneoseane; Maria Galvão Leite, Denyse.
Vet. Not.; 11(1)2005.
Artigo em Português | VETINDEX-Express | ID: vti-711510

Resumo

A Escherichia coli é o principal agente infeccioso responsável pelos casos de diarréia em leitões. O objetivo do presente trabalho foi o de avaliar oitenta e cinco cepas de Escherichia coli, isoladas de amostras de fezes de leitões com diarréia criados ao ar livre na região sudoeste do Paraná, quanto à resistência antimicrobiana. Foi utilizada a técnica de difusão para o teste de sensibilidade aos antimicrobianos. Os resultados demonstraram altos índices de resistência à tetraciclina, penicilina, bacitracina, eritromicina e novobiocina. Gentamicina, cloranfenicol e neomicina apresentaram maior número de cepas sensíveis. Os índices de resistência múltipla antimicrobiana (IRMA) variaram de 0,308 a 0,846. Nenhuma amostra estudada apresentou sensibilidade ou resistência a todos os antimicrobianos utilizados neste estudo. Mais de 60% das cepas de E. coli estudadas apresentaram variabilidade de perfis de resistência aos antimicrobianos testados. Os altos índices de resistência podem ser conseqüência do uso indevido de antimicrobianos, como também pela transferência de resistência através de plasmídeos.
Biblioteca responsável: BR68.1