Your browser doesn't support javascript.

Portal de Pesquisa da BVS Veterinária

Informação e Conhecimento para a Saúde

Home > Pesquisa > ()
Imprimir Exportar

Formato de exportação:

Exportar

Exportar:

Email
Adicionar mais destinatários

Enviar resultado
| |

Bayesian estimation of (co)variance components for growth traits in tabapuã cattle / Estimação bayesiana de componentes de (co)variância de características ponderais na raça tabapuã

Cavalcante de Sousa Júnior, Severino; Ribeiro de Araújo Neto, Francisco; Nunes de Oliveira, Henrique; Oliveira Santos, Dimas; Galvão de Albuquerque, Lúcia; Ernandes de Sousa Rufino, José; Martins Filho, Raimundo.
Artigo em Português | VETINDEX-Express | ID: vti-712034

Resumo

Among the features of interest to the animal breeding, that can be measured repeatedly throughout an individual"s life, are among other, growth characteristics, which are characteristic features called longitudinal or repeated. It was used 8193 Tabapuã breed records of animal weight raised in 25 farms distributed in the states of Bahia, Alagoas, Sergipe, Minas Gerais and São Paulo and born between the years of 1975 and 2001. Aiming to estimate the (co) variance and genetic parameters for weights at 120 (W120), 365 (W365), 450 (W450) e 550 (W550) days old. Variance components were estimated in a Bayesian context considering a multi-trait animal model with fixed effects for contemporary groups and ages of the mother and the animal. The random effects were considered direct genetic and maternal and maternal permanent environment and error. The effects mothers were included in the model only for W120 and W365. The direct heritability were 0.31, 0.38, 0.33 and 0.29 for W120, W365, W450 and W550, respectively. The fractions of genetic and maternal permanent environment effects on phenotypic variances were 0.06 and 0.01, 0.03 and 0.01 for W120 and W365.
Entre as características de interesse para o melhoramento genético animal que podem ser mensuradas repetidamente ao longo da vida do indivíduo, encontram-se, entre outras, as características de crescimento, que são denominadas características repetidas ou longitudinais. Foram utilizados 8.193 registros de peso de animais da raça Tabapuã criados em 25 fazendas distribuídas nos estados da Bahia, Alagoas, Sergipe, Minas Gerais e São Paulo, nascidos entre os anos de 1975 e 2001, com o objetivo de estimar componentes de (co)variância e parâmetros genéticos para pesos aos 120 (P120), 365 (P365), 450 (P450) e 550 (P550) dias de idade. Os componentes de variância foram mensurados em um contexto bayesiano, considerando um modelo animal multi-característica com efeitos fixos de grupos de contemporâneos e as idades da mãe e do animal. Os efeitos aleatórios considerados foram o genético direto e materno e o de ambiente permanente materno e o erro. Os efeitos maternos foram incluídos no modelo somente para P120 e P365. As herdabilidades diretas foram 0,31; 0,38; 0,33 e 0,29 para P120, P365, P450 e P550, respectivamente. As frações dos efeitos genéticos e de ambiente permanente materno na variância fenotípica foram: 0,06 e 0,01; 0,03 e 0,01 para P120 e P365.
Biblioteca responsável: BR68.1