Your browser doesn't support javascript.

Portal de Pesquisa da BVS Veterinária

Informação e Conhecimento para a Saúde

Home > Pesquisa > ()
Imprimir Exportar

Formato de exportação:

Exportar

Exportar:

Email
Adicionar mais destinatários

Enviar resultado
| |

Auto-regressive model for the evaluation in dairy Holstein herd / Modelo autorregressivo para avaliação da produção leiteira em Rebanho Holandês

Calixto Ribeiro de Holanda, Mônica; Benone Paes Barbosa, Severino; Aurélio Carneiro de Holanda, Marco; Regis Santoro, Kleber; Brauer Vigoderis, Ricardo; de Andrade Lira, Mário.
Artigo em Português | VETINDEX-Express | ID: vti-712061

Resumo

Daily, weekly, monthly, and every 20 days milk records, obtained at milking in the morning, afternoon, and days totals from 1988 to 2003 were used to estimate milk production of Holstein cows in a herd located in Agreste region on Pernambuco state. The data set had 117,196 entries, acquired from 414 lactations of 188 Holstein cows and pure source of high genetic potential for production. The statistical analysis was performed using an autoregressive model of first order. The predicted autocorrelations between control daily, weekly, monthly, and every 20 days were overestimated in any period of lactation, especially between two forthcoming productions and in the range of one to 30 days. Regardless of the control range considered, Pearson"s correlations were high and significant among milk production in the morning, afternoon, and day total. Thus, among the records used, all of them can be indicated to estimate total milk production, leaving the discretion of the definition of producer milk yields in the morning, afternoon and day total. Regardless of the control range adopted, if one chooses the day"s total output, she/he should be aware of the elapsed time between two milkings to compose this production, for the management of milking and the number of milking can affect the physiology of the udder and, consequently, milk production.
Foram utilizados registros de controle leiteiro diário, semanal, a cada 20 dias e mensal, obtidos em ordenhas da manhã, da tarde e total do dia, no período de 1988 a 2003, para estimar a produção de leite da raça Holandesa em um rebanho localizado no agreste de Pernambuco. Os dados foram relativos a 117.196 produções no dia do controle, mensuradas em 414 lactações de 188 vacas da raça Holandesa puras de origem e de alto potencial genético de produção. Nas análises estatísticas utilizou-se o modelo autorregressivo de primeira ordem. Observou-se que as autocorrelações preditas entre controle diário, semanal, a cada 20 dias e mensal foram superestimadas, em qualquer período da lactação, principalmente entre duas produções próximas e no intervalo de um a 30 dias. Independente do intervalo de controle considerado constatou-se que as correlações de Pearson foram altas entre as produções de leite da manhã, da tarde e a total diária foram altas e significativas. Assim, dentre os intervalos de ordenha estudados qualquer um pode ser indicado para estimar a produção total de leite, e fica a critério do produtor a definição entre as produções de leite da manhã, da tarde e a total diária. Independentemente do intervalo de controle adotado, se o produtor optar pela produção total do dia deve atentar para o tempo decorrido entre duas ordenhas para compor essa produção, pois o manejo da ordenh
Biblioteca responsável: BR68.1