Your browser doesn't support javascript.

Portal de Pesquisa da BVS Veterinária

Informação e Conhecimento para a Saúde

Home > Pesquisa > ()
Imprimir Exportar

Formato de exportação:

Exportar

Exportar:

Email
Adicionar mais destinatários

Enviar resultado
| |

Avaliação do proteinograma sérico de cães com e sem sintomas neurológicos, naturalmente infectados por Leishmania chagasi

Simões Marcondes, Júlio; Leydson Formiga Feitosa, Francisco; Augusta Ikeda-Garcia, Fabiana; Marçal Félix de Lima, Valéria; Helena Venturoli Perri, Sílvia; Marcondes Feitosa, Mary.
R. bras. Ci. Vet.; 13(1)2006.
Artigo em Português | VETINDEX-Express | ID: vti-712594

Resumo

A leishmaniose visceral é uma antropozoonose causada por um protozoário do gênero Leishmania. A infecção no cão usualmentecausa uma doença sistêmica crônica, que, clinicamente, é similar à humana. No Brasil, o Ministério da Saúde exige aeutanásia de animais portadores de leishmaniose visceral e não recomenda o tratamento dos mesmos. Entretanto, emmuitos países esses animais são tratados, e a avaliação da resposta à terapia baseia-se nos títulos de anticorpos antileishmaniae no proteinograma sérico. O presente trabalho teve como objetivos determinar a concentração de proteína total esuas frações eletroforéticas correlacionando-as com a presença de imunoglobulinas no soro de cães com leishmaniosevisceral, com e sem acometimento neurológico. Foram utilizados dois grupos de animais, sendo o primeiro constituído de 18cães portadores de leishmaniose visceral, sem evidências clínicas de envolvimento neurológico, e o segundo formado por 21cães portadores de leishmaniose visceral com quadro neurológico. A proteína sérica total foi determinada através do métodode biureto e em seguida realizou-se a migração eletroforética para separação das frações protéicas do soro sangüíneo.Ambos os grupos apresentaram uma intensa gamaglobulinemia, uma hipoalbuminemia e uma diminuição da fraçãoalfaglobulina. A elevação dos níveis de gamaglobulina no grupo controle apresentou uma correlação com uma maior
Biblioteca responsável: BR68.1