Your browser doesn't support javascript.

Portal de Pesquisa da BVS Veterinária

Informação e Conhecimento para a Saúde

Home > Pesquisa > ()
Imprimir Exportar

Formato de exportação:

Exportar

Exportar:

Email
Adicionar mais destinatários

Enviar resultado
| |

CHEMICAL COMPOSITION OF Panicum maximum Jacq. SUBMITTED TO ORGANIC AND MINERAL FERTILIZATION / COMPOSIÇÃO QUÍMICA DO CAPIM-MOMBAÇA (Panicum maximum Jacq.) SUBMETIDO À ADUBAÇÃO ORGÂNICA E MINERAL

Rocha Freitas, Karina; Rosa, Beneval; Luiz do Nascimento, Jorge; Tavares Borges, Rodrigo; Matias Barbosa, Maisa; de Castro Santos, Darliane.
Ci. Anim. bras.; 12(3): 407-414, 2011.
Artigo em Português | VETINDEX-Express | ID: vti-713049

Resumo

The objective of this study was to evaluate the chemical composition of Panicum maximum Jacq. fertilized with pig slurry (PS) and mineral fertilizer during the rainy season for two consecutive years. The experiment was conducted from October 2004 to March 2005 and from September 2005 to April 2006. The following treatments were used: Witness=replacement of 3.5 kg/ha of P2O5 and 18 kg/ha of K2O/t of dry matter of forage; TQ=replacement of 3.5 kg/ha of P2O5, 18 kg/ha of K2O/t of dry matter of forage and 300 kg of N/ha/year; T100=100 m3/ha/year of LPW; T150=150 m3/ha/year of LPW; T200=200 m3/ha/year of LPW. The fertilizations were parceled out by the number of cuttings accomplished every year and applied after each cut. The cuttings were accomplished every 28 days at 0.30 m of the soil. Macromineral (N, P, K, S, Ca, Mg) and microminerals(Cu, Fe, Zn e Mn) were assessed in each evaluated period. The experimental design was split-plot random blocks, constituted by the fertilization treatments and by the years of evaluation. The chemical composition was influenced by the fertilization with LPW and mineral, as well as by the years of evaluation. The use of 200 m3/ha/ano dose of DLS is recommended.KEYWORDS: grass; minerals; organic fertilization.
Realizou-se o trabalho com o objetivo de avaliar a composição química de Panicum maximum Jacq. cv. Mombaça fertilizado com dejetos líquidos de suínos (DLS) e adubo mineral na época das chuvas durante dois anos consecutivos. O experimento foi conduzido no período de outubro de 2004 a março de 2005 e no período de setembro de 2005 a abril de 2006. Utilizaram-se os seguintes tratamentos: Testemunha=reposição de 3,5 kg/ha de P2O5 e 18 kg/ha de K2O/t de massa seca de forragem colhida; TQ=reposição de 3,5 kg/ha de P2O5, 18 kg/ha de K2O/t de massa seca de forragem colhida e 300 kg de N/ha/ano; T100=100 m3/ha/ano de DLS; T150=150 m3/ha/ano de DLS; T200=200 m3/ha/ano de DLS. As fertilizações foram parceladas pelo número de cortes realizados em cada ano e aplicadas após cada corte. Os cortes foram realizados a cada 28 dias a 0,30 m do solo. Foram determinados os macrominerais (N, P, K, S, Ca, Mg) e os microminerais (Cu, Fe, Zn e Mn) em cada período avaliado. O delineamento experimental utilizado foi o de blocos casualizados com parcelas subdivididas no tempo. As parcelas foram constituídas pelos tratamentos de fertilização e as sub-parcelas pelos anos de avaliação. A composição química foi influenciada tanto pela fertilização com DLS e mineral, quanto pelos anos de avaliação. A melhor resposta foi com a dose de 200 m3/ha/ano de DLS.PALAVRAS-CHAVE: fertilização orgânica; minerais; pastage
Biblioteca responsável: BR68.1