Your browser doesn't support javascript.

Portal de Pesquisa da BVS Veterinária

Informação e Conhecimento para a Saúde

Home > Pesquisa > ()
Imprimir Exportar

Formato de exportação:

Exportar

Exportar:

Email
Adicionar mais destinatários

Enviar resultado
| |

COMPARISON BETWEEN THE RECTAL TEMPERATURE AND THE TYMPANIC MEMBRANE TEMPERATURE AT NORMOTHERMIC CATS (Felis catus) / COMPARAÇÃO ENTRE A TEMPERATURA RETAL E A TEMPERATURA DA MEMBRANA TIMPÂNICA EM GATOS (Felis catus) NORMOTÉRMICOS

Boere, Vanner; Adorni Mazzotti, Giovana.
Ci. Anim. bras.; 10(3): 961-966, 2009.
Artigo em Português | VETINDEX-Express | ID: vti-713168

Resumo

The veterinary tympanic thermometer of infrared rays is an alternative apparatus for the measurement of the body temperature, but it has not been appropriately explored to check its equivalence with the rectal temperature measurement using a traditional clinical thermometer. The tympanic and rectal temperatures were compared in 41 normothermic cats. Data of the environmental temperature and humidity were collected for match with the thermal data of the animals. The rectal temperature was substantially warmer than the tympanic temperatures of both, right and left ears. Right tympanic and left tympanic temperature did not differ. There was no correlation between of the different body regions temperatures. Microclimatic factors were not associated to the variation of both, the rectal and tympanic temperature. The inequality between the rectal and tympanic temperatures can be due to anatomical and physiological characteristics of those body regions. Despite the highest cost of the tympanic thermometer, it seems more advantageous in relation to the traditional clinical thermometer, due the fast and practical application in the clinical checking of cats.  KEY WORDS: Felis catus, rectal temperature, thermometer, tympanic temperature.
O termômetro timpânico veterinário de raios infravermelhos é uma alternativa prática para a mensuração da temperatura corporal, mas pouco tem sido explorado para verificar sua equivalência com a temperatura retal utilizando-se um termômetro clínico de haste. Compararam-se a temperatura timpânica e a temperatura retal em 41 gatos normotérmicos. Dados da temperatura e da umidade do ambiente foram coletados para pareamento com os dados térmicos dos animais. A temperatura retal foi mais elevada que as temperaturas timpânicas de ambos os ouvidos, que por sua vez não diferiram. Não houve correlação entre as temperaturas corporais mensuradas, e fatores microclimáticos parecem não estar associados à variação da temperatura retal ou timpânica. A não equivalência entre as temperaturas das membranas timpânicas e do reto pode ser devida às características anatômicas e fisiológicas dessas regiões corporais. Apesar do custo mais elevado, o termômetro timpânico parece ser mais vantajoso na clínica com gatos domésticos, por ser mais prático e mais rápido. PALAVRAS-CHAVES: Felis catus, temperatura retal, temperatura timpânica, termômetro.
Biblioteca responsável: BR68.1