Your browser doesn't support javascript.

Portal de Pesquisa da BVS Veterinária

Informação e Conhecimento para a Saúde

Home > Pesquisa > ()
Imprimir Exportar

Formato de exportação:

Exportar

Exportar:

Email
Adicionar mais destinatários

Enviar resultado
| |

PROTEIN FRACTIONING OF SILAGE OF ELEPHANTGRASS WILTED OR WITH COCOA MEAL / FRACIONAMENTO DE PROTEÍNAS DE SILAGEM DE CAPIM-ELEFANTE EMURCHECIDO OU COM FARELO DE CACAU

Giordano Pinto de Carvalho, Gleidson; Garcia, Rasmo; José Vieira Pires, Aureliano; Gomes Pereira, Odilon; Éden Paiva Fernandes, Francisco; Roberto Cecon, Paulo; Augusto Gomes Azevêdo, José.
Ci. Anim. bras.; 9(3): 648-656, 2008.
Artigo em Português | VETINDEX-Express | ID: vti-713466

Resumo

The experiment was conducted to determine the fractions that compose the protein of silage on the submitted elephant grass forage to wilting under the sun light for eight hours. Other treatments involved the same elephant grass without exposing to sun light but with addition of 0, 7, 14, 21, and 28% of cocoa meal (CM) at the ensilage processing. The PVC silos used in the experiment were 5.3 liters in capacity, and were opened in 45 days. To all protein-estimated fractions, the wilted treatment showed similar values (P>.05) to the treatment without wilting. The protein fractions were influenced by CM addictions, verifying reduction in contents of A and B1+B2 fractions and increase in B3 and C fractions, with CM increasing levels.KEY WORDS: By-product, forage conservation, Pennisetum purpureum Schum. cv. Cameroon, roughage, Theobroma cacao L
Desenvolveu-se o experimento para determinar as frações que compõem as proteínas da silagem de capim-elefante (Pennisetum purpureum Schum. cv. Camaroon) submetido ao emurchecimento ou à adição de diferentes níveis de farelo de cacau. O capim-elefante utilizado foi colhido aos 50 dias de rebrota após o corte de uniformização e submetido aos seguintes tratamentos: capim-elefante emurchecido ao sol por oito horas, e capim-elefante sem emurchecimento com níveis de 0 %, 7 %, 14%, 21 % e 28 % de farelo de cacau (FC) (% da matéria natural). Acondicionou-se o material em silos de PVC com capacidade para 5,3 litros, que foram abertos após 45 dias. Para todas as frações de proteínas estimadas, o tratamento emurchecido apresentou valores semelhantes (P>0,05) ao do tratamento sem emurchecimento. As frações protéicas foram influenciadas pelas adições de FC, verificando-se redução dos teores das frações A e B1+B2 e aumentos das frações B3 e C, para os níveis crescentes de FC.PALAVRAS-CHAVES: Conservação de forragens, forrageira, Pennisetum purpureum Schum. cv. Cameroon, subproduto, Theobroma cacao L.
Biblioteca responsável: BR68.1