Your browser doesn't support javascript.

Portal de Pesquisa da BVS Veterinária

Informação e Conhecimento para a Saúde

Home > Pesquisa > ()
Imprimir Exportar

Formato de exportação:

Exportar

Exportar:

Email
Adicionar mais destinatários

Enviar resultado
| |

BIOCHEMICAL PARAMETERS OF EVALUATION OF RENAL AND HEPATIC FUNCTION OF COLIC HORSES SUBMITTED TO LAPAROTOMY THAT HAVE SURVIVED OR NOT / PARÂMETROS BIOQUÍMICOS DE AVALIAÇÃO DA FUNÇÃO RENAL E HEPÁTICA DE EQUINOS COM CÓLICA SUBMETIDOS A LAPAROTOMIA, SOBREVIVENTES OU NÃO

Alessandra Di Filippo, Paula; F. da Silva Nogueira, Andressa; Elisane Alves, Aracélle; Evangelista Santana, Aureo.
Ci. Anim. bras.; 13(4): 460-465, 2012.
Artigo em Português | VETINDEX-Express | ID: vti-713849

Resumo

We examined 46 adult horses   - six healthy, as control, (group 1) and 40 horses with colic submitted to treatment by laparotomy. Twenty animals had no postoperative complication (group 2), and twenty died or were euthanized from seven to ten days after the surgery (group 3). There was an increase in serum urea and creatinine concentration and AST, FA and GGT activity of animals from group 1 and group 2, indicative of renal and hepatic injury. The changes were associated with dehydration and endotoxins. Depending on the severity of the colic, animals may develop kidney and liver failure. KEYWORDS: acute abdomen; clinical pathology; horse.
Foram examinados 46 equinos adultos, seis animais hígidos (G1) e 40 com cólica, submetidos à laparotomia. Desses, vinte recuperaram-se sem intercorrência pós-operatória (G2) e 20 foram a óbito ou foram sacrificados sete a dez dias após a cirurgia (G3). Houve aumento na concentração sérica de ureia e de creatinina e na atividade da aspartato aminotransferase, fosfatase alcalina e gama glutamiltransferase nos animais do G2 e do G3, indicativo de lesão renal e hepática. As alterações foram associadas à desidratação e às endotoxinas. Animais que apresentam distúrbio gastrointestinal mais severo são mais propensos a desenvolverem insuficiência renal e hepática, as quais contribuem negativamente para o prognóstico. PALAVRAS-CHAVE: abdômen agudo; cavalo; patologia clínica.
Biblioteca responsável: BR68.1