Your browser doesn't support javascript.

Portal de Pesquisa da BVS Veterinária

Informação e Conhecimento para a Saúde

Home > Pesquisa > ()
Imprimir Exportar

Formato de exportação:

Exportar

Exportar:

Email
Adicionar mais destinatários

Enviar resultado
| |

REVIEW OF CURRENT SITUATION, PERSPECTIVE AND NEW TECNOLOGIES FOR GROWOUT OF PALINURID LOBSTERS / SINOPSE DA SITUAÇÃO ATUAL, PERSPECTIVAS E CONDIÇÕES DE CULTIVO PARA LAGOSTAS PALINURIDAE

Antonio Igarashi, Marco.
Ci. Anim. bras.; 8(2): 155-166, 2007.
Artigo em Português | VETINDEX-Express | ID: vti-713851

Resumo

Spiny lobster are important product of exportation in Northeastern of Brasil. There is a visible preoccupation about the reported decline in the catch of lobster. One of the solution to this problem is through culture of spiny lobster. There is no commercial juveniles growout in Brazil and the world culture of juvenile spiny lobster is still conducted on only a small commercial scale. Since 1995 Brazilian researchers have made efforts to rear spiny lobster Panulirus argus and P. laevicauda from the pueruli or early juvenile to the adult stage. The investigations involve capturing pueruli or juveniles and growing them in confinement. This possibility has been considered in Ceará States where young P. argus and P. laevicauda can be find in abundance. More research is needed before commercial-scale culture. Strategy for spiny lobster growout is suggested in detail in this review and it is certainly the topic of the moment. The review showed that the spiny lobster juvenile can be held in communal culture systems, adapt well to the artificial conditions with feeding and growth characteristics that make spiny lobster a suitable crustacean for commercial culture.
A lagosta é um produto de exportação de grande importância para o Nordeste brasileiro. Há uma preocupação visível e constante com o decréscimo da produção lagosteira, razão pela qual se propõe o cultivo da lagosta. Não há cultivo comercial de lagostas no Brasil e, no mundo, poucos juvenis de lagostas são cultivados em escala comercial. Desde 1995, os pesquisadores brasileiros têm feito esforços para criar a lagosta Panulirus argus e P. laevicauda, de pueruli ou juvenis recentes até adulto. Contudo, as investigações envolvem a captura dos exemplares em seu hábitat, para o posterior cultivo em confinamento. Existempossibilidades de o Estado do Ceará cultivar juvenis de P. argus e de P. laevicauda que são encontrados em profusão, porém mais pesquisas são necessárias antes de se iniciar um projeto em escala comercial. A par disso, estratégias para a criação da lagosta são relatadas detalhadamente neste artigo, objetivando contribuir para o êxito dessa atividade. Além disso, demonstra-se que os juvenis podem ser cultivados sob regime de confinamento, por se adaptarem bem às condições artificiais de alimentação. Dadas tais características, a lagosta é um crustáceo que se apresenta apropriado para o cultivo comercial. PALAVRAS-CHAVE: Cultivo, lagosta, manejo.
Biblioteca responsável: BR68.1