Your browser doesn't support javascript.

Portal de Pesquisa da BVS Veterinária

Informação e Conhecimento para a Saúde

Home > Pesquisa > ()
Imprimir Exportar

Formato de exportação:

Exportar

Exportar:

Email
Adicionar mais destinatários

Enviar resultado
| |

Pesquisa de Marcadores Parasitológicos e Hematológicos de Resistência ao Parasitismo Gastrintestinal em Cordeiros

Moreira dos Santos Schmidt, Elizabeth; Locatelli-Dittrich, Rosangela; Thomaz-Soccol, Vanete; Rosalinski Moraes, Fernanda.
Artigo em Português | VETINDEX-Express | ID: vti-715107

Resumo

O objetivo deste trabalho foi o de identificar marcadores parasitológicos e hematológicos que reflitam a habilidade de ovinos jovens em resistir ao desafio dos nematóides para uma possível seleção de animais resistentes à verminose gastrintestinal. Foi estudado um rebanho de 26 cordeiros. Os animais foram avaliados por um período de oito meses, através de colheitas quinzenais de fezes e de sangue. O marcador parasitológico utilizado oi a quantidade de ovos por grama de fezes (opg) e os marcadores hematológicos utilizados foram: contagem de eosinófilos, hematócrito, concentração de hemoglobina, contagem total de eritrócitos e proteínas plasmáticas totais. A metodologia empregada para a seleção de cordeiros resistentes ou susceptíveis ao parasitismo ofi a análise de cluster. Verificou-se que, para os cordeiros, antes de completarem sete meses de idade, a realização de um programa de seleção não é viável, pois há uma grande variação na resposta imunológica destes animais para os parâmetros estudados. Foi possível selecionar os cordeiros utilizando-se a associação do opg com a contagem de eosinófilos e a série vermelha sangüínea de quatro picos de parasitismo. Foram selecionados nove cordeiros (36,0% do rebanho) susceptíveis, 3 (12,0% do rebanho) intermediário, onze (44,0% do rebanho) resistentes ao parasitismo gastrintestinal e dois cordeiros não puderam ser selecionados (8,0% do
Biblioteca responsável: BR68.1