Your browser doesn't support javascript.

Portal de Pesquisa da BVS Veterinária

Informação e Conhecimento para a Saúde

Home > Pesquisa > ()
Imprimir Exportar

Formato de exportação:

Exportar

Exportar:

Email
Adicionar mais destinatários

Enviar resultado
| |

Joelho Valgo em Cães de Pequeno Porte - Relato de Dois Casos

Guilherme Padilha Filho, João; Luis Selmi, André.
Artigo em Português | VETINDEX-Express | ID: vti-715164

Resumo

O joelho valgo é observado primariamente em cães de raças gigantes como resultado da disparidade do crescimento da porção lateral e medial da epífise distal do fêmur, apesar da porção proximal da tíbia poder estar envolvida. As formas de tratamento são: epifisiodese, transecção periosteal invertida em T ou osteotomia corretiva. Descreve-se dois casos de joelho valgo em cães jovens de pequeno porte. À palpação observou-se crepitação e diferentes graus de luxação patelar. O exame radiográfico revelou desvio longitudinal da tíbia com moderado estreitamento do espaço intra-articular medial. O tratamento padrão para ambos os casos foi a ostectomia cuneiforme varizante, seguida de fixação com placa e parafusos. Após a cirurgia, observou-se deambulação normal com remissão dos sinais clínicos, apesar da manutenção da luxação patelar. O relato destes casos prende-se à raridade de tal condição ortopédica em cães de pequeno porte, atentando-se ao fato de que tal afecção pode ser confundida clinicamente com a luxação de patela, a qual não seria corretamente tratada com técnicas tradicionais para estabilização articular.
Biblioteca responsável: BR68.1