Your browser doesn't support javascript.

Portal de Pesquisa da BVS Veterinária

Informação e Conhecimento para a Saúde

Home > Pesquisa > ()
Imprimir Exportar

Formato de exportação:

Exportar

Exportar:

Email
Adicionar mais destinatários

Enviar resultado
| |

Desempenho de Vacas Doadoras da Raça Nelore, em Programa de Transferência de Embriões

Pinto Neto, Adalgiza; Monteiro da Silva Filho, José; Ferreira da Fonseca, Jéferon; Faci Mota, Marcelo; Belisário, Heraldo; Saliba Pardini, Wilson; Túlio Teixeira Alvim, Múcio.
Artigo em Português | VETINDEX-Express | ID: vti-715184

Resumo

Com o objetivo de avaliar o desempenho de vacas zebuínas em programa de transferência de embriões, 30 vacas doadoras da raça Nelore foram superovuladas com 350 UI de hormônio gonadotrófico (PluSetâ), iniciando, em média, no 11o dia do ciclo estral (dia zero = dia do estro), administradas em oito doses decrescentes, com intervalo de 12 horas a cada administração. Ao final do terceiro dia de tratamento superovulatório, administrou-se 2mg de PGF2alfa. Cada doadora foi inseminada três vezes, sendo a primeira inseminação 14 horas após a manifestação de estro, e as subseqüentes oito horas após a anterior. No sétimo dia após a primeira inseminação, os embriões foram coletados pelo método não cirúrgico e avaliados quanto ao estádio de desenvolvimento e qualidade embrionária. Foram colhidas 409 estruturas de 40 coletas (10,76 ± 7,73). Desse total 42,54% (174/409) foram consideradas inviáveis (4,34 ± 4,53 por coleta). Das estruturas inviáveis 64,94 % (113/174) eram ovócitos (2,97 ± 4,02 ovócitos/coleta) e 35,06% (61/174) eram embriões degenerados (1,61 ± 1,82 degenerados/coleta). Foram considerados viáveis 57,46% (235/409) das estruturas coletadas (6,18 ± 6,41 embriões viáveis/coleta). A avaliação morfológica quanto ao estádio de desenvolvimento revelou que 5,10% (12/235) das estruturas viáveis encontravam-se em estádio de mórula, 20,00% (47/235) em estádio de blastocisto inicial, 41,28%
Biblioteca responsável: BR68.1