Your browser doesn't support javascript.

Portal de Pesquisa da BVS Veterinária

Informação e Conhecimento para a Saúde

Home > Pesquisa > ()
Imprimir Exportar

Formato de exportação:

Exportar

Exportar:

Email
Adicionar mais destinatários

Enviar resultado
| |

Substitution of "Pennisetum purpureum" by "Opuntia ficus-indica" and "Mimosa tenuiflora" in the diet of lambs / Substituição do Pennisetum purpureum por Opuntia ficus-indica e Mimosa tenuiflora na dieta de ovinos

Cordão, Maiza Araújo; Bakke, Olaff Andreas; Pereira, Gabriella Marinho; Silva, Aderbal Marcos de Azevedo; Nóbrega, Giovanna Henriques da; Campos, Édipo Moreira; Pereira, Hélio Domingos; Pereira Filho, José Morais.
R. bras. Saúde Prod. Anim.; 14(4): 684-694, Oct.-Dec.2013. tab
Artigo em Português | VETINDEX | ID: vti-716817

Resumo

The objectives of this study were to quantify the apparent digestibility of the diet components and the performance of lambs consuming increasing levels of the balanced (weight) mixture of Opuntia ficus indica bran and Mimosa tenuiflora leaves and fine branches hay substituting 0, 33 and 67% of Pennisetum purpureum hay, in a 60% roughage fodder to 40% concentrate diet formulated to a daily live body weight gain of 150 g/animal. Experiment was carried out at UFCG facilities, in Patos-PB, using 18 non-emasculated lambs with (20.4±1.16) kg (mean weight±SE). Dry matter, OM, CP, EE and total carbohydrates CD were affected by the levels of the mixture (P<0.05) according to a second degree model, with minimum CD values between 34 and 52% of P. purpureum hay replacement. Neutral detergent fiber and ADF CD decreased linearly (P<0.05), and those for CE and NFC were not affected (P>0.05). The inclusion of the mixture affected linear and positively the daily mean body weight gain (120, 149 and 170 g/animal, respectively for 0, 33 and 67% P. purpureum hay replacement levels), and DM, OM, CP, TCH and NFC consumptions. The balanced mixture of Opuntia ficus indica bran and Mimosa tenuiflora hay can replace up to 67% of the roughage fodder fraction (P. purpureum) of Santa Inês lamb diet and improve the daily body weight gain by 50 g/animal.(AU)
Os objetivos deste estudo foram quantificar a digestibilidade aparente dos componentes da dieta e o desempenho de cordeiros alimentados com níveis crescentes de uma mistura balanceada (peso) de farelo de Opuntia ficus indicae e feno de Mimosa tenuiflora em substituição a 0, 33 e 67% do feno Pennisetum purpureum, em uma dieta com 60% de volumoso e 40% de concentrado, formulada para um ganho de peso diário de 150 g/animal. O experimento foi conduzido na UFCG, Patos-PB, usando 18 cordeiros inteiros com (20,4±1,16) kg (peso médio±EP). O CD da MS, MO, PB, EE e dos carboidratos totais foram afetados pelos níveis da mistura (P<0,05) de acordo com um modelo quadrático, com mínimo valor de CD entre 34 e 52% de substituição do feno de P. purpureum. A digestibilidade da FDN e da FDA decresceu linearmente (P<0,05), e as da EB e dos carboidratos não fibrosos não foram afetadas (P>0,05). A inclusão da mistura afetou linear e positivamente o ganho de peso médio diário (120, 149 e 170g/animal, respectivamente para 0, 33 e 67% de substituição do feno de P. purpureum), e o consumo de MS, MO, PB, carboidratos totais e não fibrosos. A mistura balanceada do farelo de Opuntia fícus indica e do feno de Mimosa tenuiflora pode substituir até 67% da fração volumosa (P. purpureum) da dieta de cordeiros Santa Inês e melhorar o ganho de peso médio diário em 50g/animal.(AU)
Biblioteca responsável: BR68.1
Localização: BR68.1