Your browser doesn't support javascript.

Portal de Pesquisa da BVS Veterinária

Informação e Conhecimento para a Saúde

Home > Pesquisa > ()
Imprimir Exportar

Formato de exportação:

Exportar

Exportar:

Email
Adicionar mais destinatários

Enviar resultado
| |

Fenos de capim-buffel amonizados com ureia

Fábio Carvalho Bezerra, Higor; Mauro Santos, Edson; Silva de Oliveira, Juliana; Martins Araujo Pinho, Ricardo; Fernandes Perazzo, Alexandre; Paula Gomes da Silva, Ana; Paulo de Farias Ramo, João; Araújo Pereira, Gildenia.
Artigo em Português | VETINDEX | ID: vti-717207

Resumo

The objective of this study was to quantify the population of molds and yeasts, evaluate losses dry matter and chemical composition of buffelgrass hay ammoniated with urea. We used a completely randomized design with five treatments and five replicates. The treatments consisted the urea levels (0, 0.5, 1.0, 2.0, and 4.0%) that were added to the hay bales based on dry matter. The inclusion of 1.0% of urea increased dry matter recovery (93.21%) compared to non-ammoniated hay. There was quadratic effect for the pH with highest value observed at the level of 0.5% of urea (8.88), reducing the other levels of urea. The addition of urea levels was efficient to reduce the population of molds and yeasts, reducing from 6.50 log CFU/g in untreated hay with urea to 3.65 log CFU/g when added 4% of urea in the hay. The addition of urea resulted in increased contents of organic matter and crude protein hay buffelgrass, reaching the highest values with the use de 4.0% of urea, with 90.96% and 14.03%, respectively. The application of urea does not provide decreased in respect losses of dry matter, except at a level of 1.0%, however it is efficient in to reduce the population of molds and yeasts and elevate the crude protein of buffel grass hay.
Objetivou-se quantificar a população de mofos e leveduras, avaliar as perdas de matéria seca e a composição bromatológica de fenos de capim-buffel amonizados com ureia. Utilizou-se um delineamento inteiramente casualizado, com cinco tratamentos e cinco repetições. Os tratamentos compreenderam aos níveis de ureia (0; 0,5; 1,0; 2,0; 4,0%), que foram adicionados aos fardos de feno com base na matéria seca. A inclusão de 1,0% de ureia elevou a recuperação de matéria seca (93,21%) em relação ao feno não amonizado. Observou-se efeito quadrático para o pH, com o maior valor observado no nível de 0,5% de ureia (8,88), reduzindo nos demais níveis de ureia. A adição de níveis de ureia foi eficiente em reduzir a população de mofos e leveduras, reduzindo de 6,50 log UFC/g no feno sem tratamento com ureia para 3,65 log UFC/g quando adicionados 4% de ureia no feno. A adição de ureia proporcionou aumento nos teores de matéria orgânica e proteína bruta dos fenos de capim-buffel, atingindo os maiores valores com a utilização de 4,0% de ureia, com 90,96% e 14,03% para matéria orgânica e proteína bruta, respectivamente. A aplicação de ureia não proporciona diminuição em relação às perdas de matéria seca, exceto na dose de 1,0%, no entanto, é eficiente em reduzir a população de mofos e leveduras e elevar os teores de proteína bruta de fenos de capim-buffel.
Biblioteca responsável: BR68.1