Your browser doesn't support javascript.

Portal de Pesquisa da BVS Veterinária

Informação e Conhecimento para a Saúde

Home > Pesquisa > ()
Imprimir Exportar

Formato de exportação:

Exportar

Exportar:

Email
Adicionar mais destinatários

Enviar resultado
| |

Níveis de suplementação sobre as características quantitativas da carcaça e composição tecidual do pernil de caprinos mestiços terminados na caatinga

Cézar da Silva, Daniel; Guim, Adriana; Rafael de Arruda Santos, Gladston; Lucas Torres de Mesquita, Fernando; Andressa Pereira de Morais, Nathalia; Antas Urbano, Stela; Arcanjo Moreira Filho, Miguel; Almeida Lafayette, Elizabeth.
Artigo em Português | VETINDEX-Express | ID: vti-717220

Resumo

It was evaluated the effect of supplementation feeding levels (0; 0.4; 0.8; and 1.2% of body weight BW) on carcass aspects and leg tissue composition of crossbred goats finish on caatinga pasture. Were used 32 goats crossbred Anglonubiana, with eight months of age and 18±2.5 kilogram of BW, organized in randomized blocks, which were kept in 37 hectares of caatinga pasture, where they remained from 07h to 16h. Fasted live weigh, finish body weight, hot and cold carcass weight, empty body weight, hot and cold carcass yields, were influenced (P .05) by supplementation feeding, raise of 3.50; 2.59; 1.69; 1.76; 3.39 kilogram, and 2.43; 2.44%, respectively. Retail cuts weight were influenced (P .05) by supplementation, except neck weight. The cuts yield was not affected (P>.05) by supplementation with means, 10.17; 21.19; 16.23; 11.02; 7.30 and 34.08%, for neck, shoulder, ribs, brisket, loin and leg, respectively. Absolute weight of leg tissue composition was influenced (P .05) by supplementation, with increase of, 293.59, 212.04, 28.29 and 53.82g, per unit percentage of supplementation, for total leg, total muscle, total fat and bone, respectively. Supplementation feeding increase carcass aspects, associated with increases in leg muscle tissue, fat and bones, recommending use of 1.2% of BW, to better finish for sale.
Avaliou-se o efeito da suplementação alimentar nos níveis, 0; 0,4; 0,8 e 1,2% do peso corporal (PC), sobre as características quantitativas da carcaça e composição tecidual do pernil de caprinos mestiços terminados em pastagem de caatinga. Utilizaram-se 32 caprinos machos castrados, mestiços da raça Anglonubiana, com oito meses de idade e peso corporal de 18±2,5kg, distribuídos em delineamento de blocos casualizados, que foram mantidos em área de 37 hectares de pastagem de caatinga das 7h às 16h. O peso corporal sem jejum, peso corporal final, peso de carcaça quente e fria, peso de corpo vazio, rendimentos de carcaça quente e fria foram influenciados (P 0,05) pelos níveis de suplementação alimentar, com acréscimos lineares de, 3,50; 2,59; 1,69; 1,76; 3,39kg; 2,42 e 2,44%, respectivamente. Os pesos dos cortes comerciais foram influenciados (P 0,05) pelos níveis de suplementação alimentar, a exceção do peso do pescoço. O rendimento dos cortes não foi influenciado (P>0,05%) pela suplementação, com médias, 10,17; 21,19; 16,23; 11,02; 7,30 e 34,08%, para o pescoço, paleta, costilhar, serrote, lombo e pernil, respectivamente. A composição tecidual em peso absoluto do pernil foi influenciada (P 0,05) pela suplementação alimentar, com incremento de 293,59; 212,04; 28,29 e 53,82g, por unidade percentual do nível de suplementação, para o pernil inteiro, músculo total, gordura total e osso, respectivamente. A suplementação alimentar eleva os parâmetros quantitativos da carcaça, associado a incrementos no tecido muscular, gordura total e ossos do pernil, recomendando-se emprego de 1,2 %PC, com vistas a melhor acabamento para comercialização.
Biblioteca responsável: BR68.1