Your browser doesn't support javascript.

Portal de Pesquisa da BVS Veterinária

Informação e Conhecimento para a Saúde

Home > Pesquisa > ()
Imprimir Exportar

Formato de exportação:

Exportar

Exportar:

Email
Adicionar mais destinatários

Enviar resultado
| |

Níveis reduzidos de proteína na ração sobre desempenho, características de carcaça e qualidade de carne de frangos de corte Label Rouge

Borges FERREIRA, Cátia; Regina Freitas PINHEIRO, Sandra; Josiane VIEIRA, Dayane; Cesar Silva ALMEIDA, Júlio; Vieira PIRES, Aldrin; Resende de CASTRO, Mariana.
Artigo em Português | VETINDEX-Express | ID: vti-717265

Resumo

p>Hence, the objective of this work was to evaluate decreasing levels of crude protein (CP), without altering theratio of essential amino acids, in free-range broiler chickens. Two experiments were conducted, which evaluated broiler chickens during the growing (43 to 56 days, Experiment 1) and finishing (57 to 70 days, Experiment 2) periods. A total of 630 males chickens of the Colonial lineage were housed in 30 boxes (21 chickens/box), with shelter area and paddocks. A completely randomized design composed of five treatments and six repetitions was used. The levels of CP tested were: 17.5, 17.0, 16.5, 16.0 and 15.5%, and 17.0, 16.5, 16.0, 15.5 and 15.0% for growing and finishing periods, respectively. The performance traits, carcass and cutsyield, and meat quality were evaluated. No effect of CP levels on the performance traits was found in broilers evaluated in two periods. Lower hot and cold carcass yield, and higher b* values in chickens were observed at the levels of CP of 16.26, 16.25 and 15.81%, respectively. However, the higher b* values may be a result of the higher corn gluten concentration in the diet. When the ideal ratio between amino acids and lysine is met, it is possible to reduce the levels of dietary CPin free-range broiler chickens down to 15.5 and 15.0% in the growing and finishing periods, respectively, without leading to a decreased performance, and carcass and cutsyield. /p>
p>Objetivou-se neste trabalho avaliar a redução dos níveis proteína bruta (PB) sem alteração na relação dos aminoácidos essenciais para frangos de corte Label Rouge. Dois experimentos foram conduzidos nos períodos de crescimento (43 a 56 dias) e final (57 a 70 dias). Após terem sido criados em galpão comercial, de 1 a 42 dias, tendo acesso à piquetes com gramíneas tipo tifton 85 a partir do 21 dia, um total de 630 frangos machos da linhagem Colonial Label Rouge, foram alojados em 30 boxes (21 frangos/box), constituídos de área de abrigo e piquetes. Um delineamento inteiramente casualizado, com cinco tratamentos e seis repetições foi utilizado. Os níveis de PB testados foram: 17,5; 17,0; 16,5; 16,0 e 15,5% e 17,0; 16,5; 16,0; 15,5 e 15,0% para os períodos de crescimento e final, respectivamente. O desempenho, rendimento de carcaça e cortes e qualidade da carne foram avaliados. Nenhum efeito dos níveis de PB sobre o desempenho dos frangos foi verificado nos dois períodos. Um baixo rendimento de carcaça quente e fria e alto valor de b* foi observado com os níveis de 16,26; 16,25 e 15,81%, respectivamente. O alto valor de b* pode ser resultado da alta concentração de glúten de milho na ração. Enquanto a relação ideal entre aminoácidos e lisina for atendida, é possível reduzir os níveis de PB das rações de frangos de corte tipo caipira para 15,5 e 15,0% nos períodos de crescimento e final, respectivamente, sem levar ao baixo desempenho e rendimento de carcaça e cortes. /p>
Biblioteca responsável: BR68.1