Your browser doesn't support javascript.

Portal de Pesquisa da BVS Veterinária

Informação e Conhecimento para a Saúde

Home > Pesquisa > ()
Imprimir Exportar

Formato de exportação:

Exportar

Exportar:

Email
Adicionar mais destinatários

Enviar resultado
| |

Características quantitativas e qualitativas da carcaça e da carne de cordeiros alimentados com torta de girassol

Benjamin BENAGLIA, Bruno; da Graça MORAIS, Maria; Reuter de OLIVEIRA, Euclides; Aurélio Scarton COMPARIN, Marco; de Nadai BONIN, Marina; Luís Dias FEIJÓ, Gelson; Bertholini RIBEIRO, Caroline; Roberto Duarte Lopes SOUZA, Andrea; Tiburcio ROCHA, Débora; Jorge FERNANDES, Henrique.
Artigo em Português | VETINDEX-Express | ID: vti-717363

Resumo

SUMMARY This study aimed to evaluate the quantitative and qualitative characteristics of carcass and meat of lambs fed sunflower cake. Were used 28 Suffolk crossbred lambs, with 4 months of age and average weight of 21.00 ± 0.74 kg, divided into four treatments: 0% (control), 10%, 20% and 30% of sunflower cake inclusion (% DM). The criteria adopted for the slaughter was body condition score (3, on scale of 1 to 5). The inclusion of sunflower cake did not influence the measurement of length and carcass depth (P>0.05), pH 24 hours (P>0.05), yields of commercial cuts (P>0.05), as well as fat distribution, fat thickness and marbling (P>0.05). There was a linear effect (P 0.035) and quadratic (P 0.020) on the shear force of the Longissimus dorsi muscle, indicating increase in SF as increase the level of inclusion, was not the case for color parameters L *, a * and b * (P>0.05). In relation to the control treatment, the inclusion of 20% and 30% of sunflower cake influenced negatively the ribeye area (12.00 and 11.43 cm2, respectively) (P 0.05), cold carcass weight (13.19 and 12.58 kg, respectively) (P 0.05), and confinement time (136.85 and 138.39 days, respectively) (P 0.05). The inclusion of 10% of sunflower cake can be recommended for use in diets of feedlot lambs, since it allows the production of meat and carcasses with quantitative and qualitative characteristics satisfactory, without adversely affecting the performance characteristics.
RESUMO Objetivou-se avaliar as características quantitativas e qualitativas da carcaça e da carne de cordeiros confinados alimentados com torta de girassol. Foram utilizados 28 cordeiros mestiços Suffolk, com quatro 4 meses de idade e peso médio de 21,00±0,74 kg, distribuídos em quatro tratamentos: 0% (controle), 10%, 20% e 30% de inclusão de torta de girassol (% MS). O critério adotado para o abate foi escore corporal (3, em escala de 1 a 5). A inclusão da torta de girassol não influenciou as medidas de comprimento e profundidade da carcaça (P>0,05), pH 24 horas (P>0,05), rendimentos dos cortes comerciais (P>0,05), assim como a distribuição de gordura, espessura de gordura subcutânea e grau de marmoreio (P>0,05). Houve efeito linear (P 0,035) e quadrático (P 0,020) sobre a força de cisalhamento do músculo Longissimus dorsi, indicando elevação da FC conforme aumento do nível de inclusão, não ocorrendo o mesmo para os parâmetros de cor L*, a* e b* (P>0,05). Em relação ao tratamento controle, a inclusão de 20% e 30% de torta de girassol influenciou negativamente a área de olho de lombo (12,00 e 11,43 cm2, respectivamente) (P 0,05), peso de carcaça fria (13,19 e 12,58 kg, respectivamente) (P 0,05), e tempo de confinamento (136,85 e 138,39 dias respectivamente) (P 0,05). A inclusão de até 10% de torta de girassol pode ser recomendada para uso em dietas de cordeiros em confinamento, já que permite a produção de carne e carcaças com características quantitativas e qualitativas satisfatórias, sem afetar negativamente as características de desempenho.
Biblioteca responsável: BR68.1