Your browser doesn't support javascript.

Portal de Pesquisa da BVS Veterinária

Informação e Conhecimento para a Saúde

Home > Pesquisa > ()
Imprimir Exportar

Formato de exportação:

Exportar

Exportar:

Email
Adicionar mais destinatários

Enviar resultado
| |

Apparent digestibility coefficients of energy and nutrients of full-fat soybean meal with and without phytase for Nile tilapia (Oreochromis niloticus) - DOI: 10.4025/actascianimsci.v27i3.1213 / Coeficientes de digestibilidade aparente da energia e nutrientes do farelo de soja integral sem e com fitase para a tilápia do Nilo (Oreochromis niloticus) - DOI: 10.4025/actascianimsci.v27i3.1213

Souza de Castro Silva, Tarcila; Massamitu Furuya, Wilson; Gomes dos Santos, Vivian; Botaro, Daniele; Carolina Rosa SIlva, Lilian; Juliana Pinsetta Sales, Priscila; Hayashi, Carmino; Dena dos Santos, Lilian; Rosseto Barriviera Furuya, Valéria.
Acta Sci. Anim. Sci.; 27(3): 371-376, 2005.
Artigo em Português | VETINDEX | ID: vti-724504

Resumo

This work was carried out to determine the apparent digestibility coefficients (ADC) of energy and nutrients in supplemented (1000 phytase unit/kg of diet) and non supplemented full-fat soybean meal by Nile tilapia (110.3 ± 20 g). Fish were fed on pelletized diet to apparent satiation. A reference diet with 26.76% crude protein and 3400 kcal digestible energy/kg were utilized. To formulate the test diet, the full-fat soybean meal replaced 30% of the reference diet. Chromic oxide was utilized as an inert indicator. Faeces were collected by modified Guelph system. The ADC of dry matter, gross energy, crude protein, ether extract and total phosphorus were, respectively, 67.64, 73.34, 92.49, 96.12 e 26.14% and 65.96; 75.33; 93.28; 95.73 and 58.82% for full-fat soybean meal without and with phytase supplementation. Results show that full-fat soybean meal is effectively utilized by the Nile tilapia and phytase supplementation improves the availability of total phosphorus
Este trabalho foi realizado para determinar os coeficientes de digestibilidade aparente (CDa) do farelo de soja integral sem e com (1000 unidades de fitase/kg dieta) suplementação de fitase pela tilápia do Nilo (110,3 ± 20 g). Os peixes foram alimentados com dieta peletizada até saciedade aparente. Foi utilizada dieta referência com 26,76% de proteína bruta e 3400 kcal de energia digestível/kg de dieta. Para a elaboração das dietas-teste o farelo de soja integral substituiu 30% da dieta referência. O óxido de crômio foi utilizado como indicador inerte e as fezes foram coletadas pelo sistema de Guelph modificado. A suplementação de fitase resultou em aumento na disponibilidade do fósforo. Os CDa da matéria seca, energia bruta, proteína bruta, extrato etéreo e do fósforo total foram, respectivamente: 67,64%; 73,34%; 92,49%; 96,12% e 26,14% e 65,96%; 75,33%; 93,28%; 95,73% e 58,82%, para o farelo de soja integral sem e com suplementação de fitase. Concluiu-se que o farelo de soja integral é efetivamente utilizado pela tilápia do Nilo e que a utilização de fitase aumenta a disponibilidade do fósforo total
Biblioteca responsável: BR68.1