Your browser doesn't support javascript.

Portal de Pesquisa da BVS Veterinária

Informação e Conhecimento para a Saúde

Home > Pesquisa > ()
Imprimir Exportar

Formato de exportação:

Exportar

Exportar:

Email
Adicionar mais destinatários

Enviar resultado
| |

Different protein levels and animal protein in diets on the initial development of the African catfish (Clarias gariepinus, Burchell, 1822) / Diferentes teores protéicos e de proteína de origem animal em dietas para o bagre africano, Clarias gariepinus (Burchell, 1822) na fase inicial

Meire Vidotti, Rose; José Carneiro, Dalton; Braga Malheiros, Euclides.
Acta Sci. Anim. Sci.; 22: 717-723, 2000.
Artigo em Português | VETINDEX-Express | ID: vti-724828

Resumo

The influence of protein contents on initial growth of the African catfish, Clarias gariepinus (Burchell, 1822) was evaluated. Twelve pelleted diets with four levels of crude protein (20, 26, 32 and 38%) and three proportions of protein from animal sources (zero, one quarter and half of total protein level) were used. Experiment was carried out in 36 aquariums in which fingerlings were fed ad libitum twice a day, during two experimental phases consisting of 45 and 30 days. Results revealed that C. gariepinus fingerlings were relatively high-demanding with regard to source and level of crude protein in the diet. Survival rate and performance only improved with an increase in protein level, or rather, when protein of animal origin in diets was highest (50%). Best average values in weigh gain, food intake, food conversion efficiency, protein efficiency rate and specific growth rate, obtained with diets containing 50% of protein from animal origin, occurred with an increase of crude protein to 38%. On the other hand, this diet favored higher heterogeneous development, dominance and a decrease in the survival rate during the initial growth phase.
Com o objetivo de estudar a utilização da fração protéica na fase inicial do crescimento do bagre africano, Clarias gariepinus (Burchell, 1822), foram utilizadas doze dietas contendo quatro níveis de proteína bruta (20, 26, 32 e 38%) e três proporções de proteína de origem animal: zero, um quarto e metade do teor protéico da dieta. Alevinos estocados em aquários de 100 litros de capacidade receberam ração à vontade duas vezes ao dia, durante duas fases experimentais com durações de 45 e 30 dias. O C. gariepinus mostrou-se exigente com relação à fração protéica da dieta, considerando-se que a elevação do teor protéico até o máximo, melhorou, efetivamente, os resultados de ganho de peso, consumo de ração, conversão alimentar, taxa de eficiência protéica e taxa de crescimento específico, quando foi utilizada a maior proporção de proteína de origem animal. A elevação da proporção de proteína de origem animal das dietas para 50% somente melhorou os valores de desempenho de produção quando o teor protéico era máximo, promovendo, por outro lado, maior heterogeneidade de crescimento, dominância e, na fase inicial de crescimento, aumento da mortalidade. Com base nos resultados deste estudo podemos concluir que o bagre africano mostrou-se exigente em relação à quantidade e à qualidade da proteína.
Biblioteca responsável: BR68.1