Your browser doesn't support javascript.

Portal de Pesquisa da BVS Veterinária

Informação e Conhecimento para a Saúde

Home > Pesquisa > ()
Imprimir Exportar

Formato de exportação:

Exportar

Exportar:

Email
Adicionar mais destinatários

Enviar resultado
| |

Evaluation of apparent digestibility of grasses and legume hays for equines / Avaliação da digestibilidade aparente de fenos de gramíneas e de leguminosa para eqüinos

Eduardo Furtado, Carlos; Cabrera, Lizete; Aparecida Nicolao Fonseca, Nilva; Waine Pinheiro, João; Alexandre Aragão, Douglas; Belinelli, Emanoelle; Albano de Araujo Oliveira, Chiara.
Acta Sci. Anim. Sci.; 21: 651-655, 1999.
Artigo em Português | VETINDEX-Express | ID: vti-724866

Resumo

Four adult horses were used in a trial in latin square design (4 X 4). The treatments were: AH - alfafa hay (Medicago sativa L.), CH - coastcross hay (C. dactylon Pers) and EH - stargrass hay (Cynodon. nenfluensis L.). The experiment lasted 65 days, devided as following: a 5-day pre-experimental period, and 4 experimental periods of 15 days (10 days adaptation and 5 days total feces collection). The analysis of variance showed difference (P 0.05) between the tratments only for the crude protein digestibility coefficients, AH = 66.2; CH = 52.5; TH = 58.8 and EH = 29.0%.
Foram utilizados 4 eqüinos adultos, em delineamento experimental de quadrado latino (4x4), submetidos aos seguintes tratamentos: FA - feno de alfafa, FC - feno de coast cross, FT - feno de tifton e FE - feno de estrela africana. O experimento teve duração de 65 dias, com 5 dias de período pré-experimental e 4 períodos subseqüentes de 15 dias (10 dias de adaptação e 5 dias de coleta de fezes total/diária). Os resultados apresentados pela análise de variância mostraram diferença (P 0,05) entre os tratamentos somente para o coeficiente de digestibilidade aparente da proteína bruta (FA- 66,2; FT- 58,8; FC- 29,0 e FE- 52,50%). Considerando os coeficientes de digestibilidade aparente (CDA) quanto aos parâmetros matéria seca (MS), fibra bruta (FB), fibra em detergente neutro (FDN) e fibra em detergente ácido (FDA), não houve diferença (P > 0,05) entre os tratamentos (fenos) avaliados.
Biblioteca responsável: BR68.1