Your browser doesn't support javascript.

Portal de Pesquisa da BVS Veterinária

Informação e Conhecimento para a Saúde

Home > Pesquisa > ()
Imprimir Exportar

Formato de exportação:

Exportar

Exportar:

Email
Adicionar mais destinatários

Enviar resultado
| |

Propolis hidroalcoholic extract effect on performance and composition leucocytary of the blood bullfrog tadpoles (Rana catesbeiana) - DOI: 10.4025/actascianimsci.v29i2.240 / Efeito do extrato hidroalcoólico de própolis no desempenho e na composição leucocitária do sangue de girinos de rã-touro (Rana catesbeiana) - DOI: 10.4025/actascianimsci.v29i2.240

Ricardo Romero Arauco, Luis; Verardino de Stéfani, Marta; Satiko Okada Nakaghi, Laura.
Acta Sci. Anim. Sci.; 29(2): 227-234, 2007.
Artigo em Português | VETINDEX-Express | ID: vti-724930

Resumo

The effect of the propolis hidroalcoholic extract was evaluated on the performance of bullfrog tadpoles. 1,400 tadpoles were used, distributed in twenty experimental tanks with 70 liters of water, in the density of one tadpole per liter. The different levels of propolis (0.0; 0.2; 0.5; 1.0 and 1.5%) were mixed with commercial ration (45% CP). The feeding was four times a day. In the end of the experiment, the blood was collected from the vase flow, in five tadpoles of each repetition. The differential counting of leucocytes was accomplished in red-faced extensions by the method of Rosenfeld (1947), in light microscope. The different levels of propolis hidroalcoholic extract did not influence the survival, consumption, feed conversion and length. Yet the weight gain suffered influence (p 0.05) - it was observed a smaller weight gain in the tadpoles that did not receive propolis hidroalcoholic extract. The metamorphosis was more accelerated when they received propolis hidroalcoholic extract in their diet. The leucocytary group influenced by the propolis (p 0.05) were the monocytes, which in the doses of 0.2 and 0.5%, presented largest percentage, differing from the control group and from the dose of 1.5%. The lymphocytes, basophil, neutrophil, eosinophil did not present statistical difference among the treatments.
Foi avaliado o efeito do extrato hidroalcoólico de própolis no desempenho e na composição leucocitária do sangue de girinos de rã-touro. Foram utilizados 1.400 girinos, distribuídos em vinte tanques experimentais com 70 litros de água, na densidade de um girino por litro. Diferentes concentrações de própolis (0,0; 0,2; 0,5; 1 e 1,5%) foram misturadas à ração comercial (45% Proteína Bruta). O arraçoamento foi realizado quatro vezes ao dia. No final do experimento, foi colhido sangue do vaso caudal de cinco girinos de cada repetição. A contagem diferencial de leucócitos foi realizada em extensões coradas pelo método de Rosenfeld (1947), em microscopia de luz. A sobrevivência, o consumo de ração, a conversão alimentar e o comprimento dos girinos não foram influenciados pelo extrato hidroalcoólico de própolis. O ganho de peso foi influenciado (p 0,05), observando-se menor ganho de peso nos girinos que não receberam extrato hidroalcoólico de própolis. A metamorfose foi mais acelerada quando os mesmos receberam própolis. O grupo leucocitário influenciado pela própolis (p 0,05) foram os monócitos, que nas doses de 0,2 e 0,5% apresentaram as maiores porcentagens, diferindo do grupo controle e da dose de 1,5%. Os linfócitos, basófilos, neutrófilos e eosinófilos não apresentaram diferença estatística entre os tratamentos.
Biblioteca responsável: BR68.1