Your browser doesn't support javascript.

Portal de Pesquisa da BVS Veterinária

Informação e Conhecimento para a Saúde

Home > Pesquisa > ()
Imprimir Exportar

Formato de exportação:

Exportar

Exportar:

Email
Adicionar mais destinatários

Enviar resultado
| |

Induction of estrus in lactating Zebu x Friesian dairy cows with cloprostenol / Indução de cios com cloprostenol em vacas mestiças Zebu x Holandês, em lactação

Campanarut Barnabe, Renato; Carlos Sabino de Almeida Fêo, José; Gastão Mucciolo, Raul; Hyppolito Barnabe, Valquiria.
Braz. j. vet. res. anim. sci; 16(1/2): 21-24, 1979.
Artigo em Português | VETINDEX-Express | ID: vti-727118

Resumo

Four trials were conducted in a herd of lactating Zebu x Friesian cows, raised in Ribeirão Preto, São Paulo, Brazil, investigating induction of estrus through 0.5 mg of Cloprostenol (ICI 80,996) given intramuscularly. Each cow, 71 treated and 66 controls, was rectal palpated for the presence of an active corpus luteus before treatment. In the first trial, starting in october, 31th, 1977 cloprostenol injection was given on day 0 and repeated on day 11 for those animals which had not already shown heat and been inseminated. In the second, third and fourth trials, a single injection was given on january, 9th; february, 11th and march, 18th, 1978. Estrus was observed during the first seven days and up to 28 days after treatment in both treated and control animals. Cows were submitted for insemination when observed in estrus. Results were based on pregnancy diagnosis from 45 to 50 days following the inseminations. In treated animals, 54.9% were recorded as being in estrus within 7 days and 70.4% within 28 days, while in control animals, these data were 13.6% and 37.8%, respectively. Pregnancy rate in treated animals was 32.3% (7th day) and 53.5% (28th day), compared to 10.6% and 19.6% among the control cows. The use of cloprostenol may be valuable in dairy herds where the detection of estrus is difficult.
Uma série de quatro experimentos foi conduzida na região de Ribeirão Preto (SP), em um rebanho de vacas mestiças Zebu x Holandês, em lactação, com a finalidade de indução de cios, na tentativa de procurar contornar problemas que envolvem os rebanhos leiteiros, neste particular. Os animais, com períodos pós parto variáveis, são submetidos ao regime de duas ordenhas diárias, sem bezerro ao pé. A alimentação, considerada adequada, constitui-se de silagens e concentrado proteico no cocho, além de pastagens de boa qualidade. Todos os animais (137), tanto dos lotes tratados (71), quanto dos controles (66), foram palpados por via retal, selecionando-se apenas aqueles com corpo lúteo presente em um dos ovários. Os experimentos foram iniciados, respectivamente, nos dias 31/10/1977, 09/01/1978, 11/02/1978 e 18/03/1978. Todos os animais receberam uma única injeção, por via intramuscular, de 0,5 mg de Cloprostenol, com exceção do primeiro grupo experimental em que foi adotado o esquema 1,5 x 1. Vale dizer, receberam uma segunda aplicação, 11 dias após a primeira, os animais que nesse intervalo não evidenciaram cio. A observação dos cios foi feita considerando-se períodos de 7 e 28 dias após o tratamento, em todos os animais envolvidos. As inseminações artificiais foram praticadas de acordo com a rotina da fazenda, com sêmen proveniente de 6 touros da raça Holandesa, variedade vermelha e br
Biblioteca responsável: BR68.1