Your browser doesn't support javascript.

Portal de Pesquisa da BVS Veterinária

Informação e Conhecimento para a Saúde

Home > Pesquisa > ()
Imprimir Exportar

Formato de exportação:

Exportar

Exportar:

Email
Adicionar mais destinatários

Enviar resultado
| |

Prevalence of internal parasitisms in cats in the city of São Paulo / Prevalência de endoparasitas em gatos na cidade de São Paulo

Ogassawara, Saemi; Benassi, Sergio; Eduardo Larsson, Carlos; Kuribayashi Hagiwara, Mitika.
Braz. j. vet. res. anim. sci; 23(1): 39-46, 1986.
Artigo em Português | VETINDEX-Express | ID: vti-727275

Resumo

Feces of 215 cats from different areas of the city of São Paulo were examinated for evidence of internal parasitisms. Floatation in saturated sugar solution and centrifugation in water- ether methods were used. Prevalences (in percentage) were Ascaridae, 22.3; Ancylostomidae, 19.5; Cestoda, 10.2; Coccidia, 34 0 and others (Aelurostrongylus, Physaloptera, Plitynosomum), 5.6. The most frequent infections were Ascaridae and Coccidia, both predominating in animals less than 6 months old. Ancylostomidae were found in the cats less than 6 and 10 to 24 months old. D. caninun was similarly revealed in all the categories and the others , sporadically .Single infection was detected in 31 2% and multiple infection in 21.9% of examined animals. In this case Ascaridae, Ancylostomidae and Coccidia were the most frequent observed association. Prevalence s (in percentage) among Coccidias were the following: I. feli s 13.5; I. rivolta; 8.8; Sarcocystis spp., 9,3%; Cryptosporidium curyl, 6,0%; H. hammondi , 0,9% Eimeria sp., 0,5%.
Foram realizados exames coproparasitológicos de 215 gatos, procedentes de diferentes áreas da cidade de São Paulo. Utilizaram-se os métodos de flutuação em solução saturada de sacarose e de centrifugação em água-éter. As seguintes prevalências (%) fora m observadas: Ascaridae, 22,3; Ancylostomidae, 19,5; Cestoda, 10,2; Coccidia, 34,0 e outros Aelurostrongylus, Physaloptera, Plitynosomum), 5,6. Os parasitas mais frequentemente encontrados foram Ascaridae e Coccidia, ambos também predominaram nos animais de menos de 6 meses de idade. Ancylostomidae foram encontrados em gatos de menos de 6 e nos de 10 a 24 meses de idade. O encontro de D. caninum foi similar em todas as faixas etária s e os demais, esporadicamente. Infecção única foi detectada em 31,21 e a múltipla em 21,31. Nesse caso, a associação mais frequentemente observada foi entre Ascaridae, Ancylostomidae e Coccidia. A prevalência entre as coccidias foi a seguinte: I. felis, 13,5%; I. rivolta, 8,8%; Sarcocystis spp., 9,3%; Cryptosporidium curyl, 6,0%; H. hammondi , 0,9% Eimeria sp., 0,5%.
Biblioteca responsável: BR68.1