Your browser doesn't support javascript.

Portal de Pesquisa da BVS Veterinária

Informação e Conhecimento para a Saúde

Home > Pesquisa > ()
Imprimir Exportar

Formato de exportação:

Exportar

Exportar:

Email
Adicionar mais destinatários

Enviar resultado
| |

A serologic survey of B. canis infection in stray dogs captured in the vicinity of public parks and outskirt districts of São Paulo City, Brazil / Reações sorológicas para Brucella canis em cães errantes capturados na proximidade dos parques públicos, reservas florestais e em áreas periféricas do municipio de São Paulo - Brasil

de Angelis Cortes, Valdson; Cecília Gibrail de Oliveira, Maria; Honma Ito, Fumio; Arruda Vasconcellos, Silvio.
Braz. j. vet. res. anim. sci; 25(1): 101-107, 1988.
Artigo em Português | VETINDEX-Express | ID: vti-727316

Resumo

A total of 254 (7.5%) sera from 3386 stray dogs captured between the period of 1981 and 1985, through the reservoir control programme established by the Centro de Controle de Zoonoses, Secretaria de Higiene e Saúde do Municipio de São Paulo - SP, Brazil, coming from 14 localities of Northern, Southern, Eastern, and Western areas of the city were found to be positive for Brucella canis antibodies by means of agar-gel precipitation test. Statistically significant differences were rot found among the number of reactors captured at different localities included in this survey. In view of the reactant animals for B. canis shown to be present among the stray dogs coming from four large divisions of the city, and due to the threat of this potential zoonotic agent, there is a need to strengthen the control measures of urban zoonosis, especially in the huge metropolitan area of São Paulo City.
De 3386 cães errantes capturados pelo programa de controle de reservatórios de zoonoses do Centro de Controle de Zoonoses da Secretaria de Higiene e Saúde do município de São Paulo, durante o período de 1981 a 1985, em 14 localidades, distribuídas pelas quatro divisões regionais da cidade. (Norte, Sul, Leste e Oeste), 254 foram reagentes positivos na prova de difusão em gel de ágar para a demonstração de anticorpos precipitantes para Brucella canis. Ao nível de significância de 0,05 não houve diferença estatística entre as taxas de animais reagentes, encontradas nas diversas localidades estudadas. A existência de reservatórios de B. canis, nas quatro grandes divisões do município de São Paulo, ressalta a importância, em saúde pública, dos serviços de controle de zoonoses urbanas nesta extensa área metropolitana.
Biblioteca responsável: BR68.1