Your browser doesn't support javascript.

Portal de Pesquisa da BVS Veterinária

Informação e Conhecimento para a Saúde

Home > Pesquisa > ()
Imprimir Exportar

Formato de exportação:

Exportar

Exportar:

Email
Adicionar mais destinatários

Enviar resultado
| |

Alterações anatômicas como fatores predisponentes à cárie em cães / Anatomical changes as predisposing factors to caries in dogs / Alteraciones anatómicas como factores predisponentes a la caries en perros

Correa, Herbert Lima; Ferro, Daniel G; Venturini, Michele A. F. A; Ferreira, Jonathan; Freitas, Elisângela Perez de; Moi, Jessica Barsotti.
Nosso Clín.; 21(122): 6-10, mar.-abr. 2018. ilus
Artigo em Português | VETINDEX | ID: vti-728769

Resumo

Cáries não são comuns e são pouco estudadas em cães e gatos. Os dentes primeiros molares superiores e os primeiros molares inferiores dos cães são descritos como os dentes com maior probabilidade de ter uma lesão de cárie devido a presença de acidentes anatômicos como a presença de fóssulas e fissuras que favorecem ao acúmulo de placa e alimento fermentável. Outras alterações como persistência de dentes decíduos e dentes supranumerários também podem funcionar com fatores predisponentes. Na ausência de métodos que avaliem o risco de cárie, sugere-se que estas alterações anatômicas sejam manejas preventivamente.(AU)
Caries are not common and are poorly studied in dogs and cats. The maxillary first molar teeth and mandibular first molars of dogs are described as the teeth most likely to have a caries lesion due to the presence of anatomical accidents such as the presence of pits and fissures that favor the accumulation of plaque and fermentable food. Other changes such as persistence of deciduous teeth and supernumerary teeth may also work as predisposing factors. In the absence of methods that assess the risk of caries, it is suggested that these anatomical changes are handled preventively.(AU)
Las caries no son comunes y son poco estudiadas en perros y gatos. Los dientes primeros molares superiores y las primeros molares inferiores de los perros se describen como los dientes con mayor probabilidad de tener una lesión de caries debido a la presencia de accidentes anatómicos como la presencia de fósiles y fisuras que favorecen la acumulación de placa y alimento fermentable. Otras alteraciones como la persistencia de dientes deciduos y dientes supernumerarios también pueden funcionar con factores predisponentes. En ausencia de métodos que evalúen el riesgode caries, se sugiere que estas alteraciones anatómicas sean manejas preventivamente.(AU)
Biblioteca responsável: BR68.1
Localização: BR68.1