Your browser doesn't support javascript.

Portal de Pesquisa da BVS Veterinária

Informação e Conhecimento para a Saúde

Home > Pesquisa > ()
Imprimir Exportar

Formato de exportação:

Exportar

Exportar:

Email
Adicionar mais destinatários

Enviar resultado
| |

Efeito da ioimbina como antagonista da xilazina em cães e gatos

Rodrigues Emilio, Claudia; Desgualdo Pires Osório, Daniela; Piucci Mariano, Andrea; Pacca Loureiro Luna, Stelio; Cristina Gonçalves, Raquel; Mannarino, Rodrigo; de Souza Foloni, Vanessa.
Acta sci. vet. (Online); 32(1): 53-57, 2004.
Artigo em Português | VETINDEX-Express | ID: vti-732935

Resumo

O possível efeito antagonista da ioimbina sobre a sedação e efeitos cardiorrespiratórios produzidos pela xilazina foi avaliado em cães e gatos. Seis cães e seis gatos foram controles deles mesmos em experimento aleatório e duplo cego. Todos os animais foram sedados com 1,0 mg/kg de xilazina IV, sendo 15 minutos após, tratados com ioimbina (0,1 mg/kg IV) ou solução fisiológica em intervalo de uma semana. Observou-se hipotensão, bradicardia, redução da freqüência respiratória e da temperatura nos cães tratados com xilazina. Todos estes efeitos foram revertidos apenas nos animais tratados com ioimbina, em relação ao grupo controle. Não houve alteração no tempo de sangramento em nenhum dos grupos dos cães. Nos gatos, houve uma discreta redução da freqüência cardíaca e da temperatura em ambos os grupos. Não houve diferença significante nem ao longo do tempo em cada grupo, nem entre os grupos para a freqüência respiratória, ETCO 2 e pressão arterial sistólica, nos gatos. A ioimbina também reverteu qualitativamente a sedação produzida pela xilazina, bem como causou recuperação mais rápida, demonstrando que a ioimbina antagoniza rapidamente os efeitos sedativos causados pela xilazina em cães e gatos.
Biblioteca responsável: BR68.1