Your browser doesn't support javascript.

Portal de Pesquisa da BVS Veterinária

Informação e Conhecimento para a Saúde

Home > Pesquisa > ()
Imprimir Exportar

Formato de exportação:

Exportar

Exportar:

Email
Adicionar mais destinatários

Enviar resultado
| |

Carcinoma Epidermóide no ouvido médio em gato

Justen Moreira de Souza, Heloisa; Vieira Amorim, Fernanda; Pereira, Adriana; Trani, Rachel; Souza Calixto, Raquel; Kruger, César; Maria Reis Ferreira, Ana; Cardoso Paes de Almeida, Elan.
Acta sci. vet. (Online); 33(3): 329-334, 2005.
Artigo em Português | VETINDEX-Express | ID: vti-733066

Resumo

O carcinoma epidermóide é uma neoplasia maligna localmente invasiva que pode produzir metástases lentas nos linfonodos regionais e metástases distantes tardiamente. Entretanto a localização do carcinoma epidermóide em ouvido médio e/ou ouvido interno é extremamente rara, pois não são áreas expostas à radiação solar. Uma gata, sem raça definida, esterilizada, com três anos de idade apresentava meneios cefálicos para o lado esquerdo e o ouvido do mesmo lado edemaciado e obstruído por secreção purulenta, além de sinais de paralisia do nervo facial e dos ramos simpáticos do tronco simpático cervical do lado esquerdo. O estudo radiográfico do crânio revelou um aumento na densidade do tecido mole dentro da cavidade timpânica e espessamento da bula óssea, com osteólise no osso temporal. Realizou-se uma ablação total do canal auditivo associada a uma osteotomia lateral da bula timpânica e colocação de dreno. O resultado do exame histopatológico do ouvido externo e médio evelou a presença de carcinoma epidermóide bem diferenciado. O prognóstico se tornou reservado devido às características agressivas da neoplasia. O proprietário optou pelo acompanhamento do animal e tratamento de suporte. A gata veio a óbito dois meses depois apresentando sintomatologia neurológica.
Biblioteca responsável: BR68.1