Your browser doesn't support javascript.

Portal de Pesquisa da BVS Veterinária

Informação e Conhecimento para a Saúde

Home > Pesquisa > ()
Imprimir Exportar

Formato de exportação:

Exportar

Exportar:

Email
Adicionar mais destinatários

Enviar resultado
| |

Estudo retrospectivo de casuística das dermatofitoses em cães e gatos atendidos no Serviço de Dermatologia da Faculdade de Medicina Veterinária e Zootecnia da Universidade de São Paulo

Claudia Balda, Ana; Eduardo Larsson, Carlos; Otsuka, Mary; Gambale, Walderez.
Acta sci. vet. (Online); 32(2): 133-140, 2004.
Artigo em Português | VETINDEX-Express | ID: vti-733386

Resumo

As dermatofitoses dos carnívoros domésticos são infecções fúngicas superficiais, causadas habitualmente por dois gêneros fúngicos:  Microsporum sp. e Trichophyton sp. Trata-se de uma antropozoonose, com importância na saúde pública. O objetivo do trabalho foi caracterizar a população de cães e gatos acometidos por dermatofitose atendidos no Serviço de Dermatologia do HOVET/USP num período de 27 meses. Foram atendidos 76 animais com diagnóstico de dermatofitose (47,3% da espécie felina e 52,7% à canina). O agente etiológico isolado preponderantemente foi Microsporum canis. Não se observou distribuição sazonal. Os cães de raça definida foram os mais acometidos (75,0%), mormente os Yorkshire Terrier (23,3%). Os felinos sem e com definição racial (Persas-93,7%) foram igualmente acometidos. Observou-se que a maioria dos animais infectados apresentava menos de um ano de idade (65,8%). As lesões mais observadas foram: alopecia, eritema, escamas e crostas. A maioria das lesões apresentava configuração circular e estavam localizadas nas regiões cefálicas, de tronco e de membros. O prurido esteve ausente em 50,0% dos caninos e em 88,8% dos felinos.
Biblioteca responsável: BR68.1