Your browser doesn't support javascript.

Portal de Pesquisa da BVS Veterinária

Informação e Conhecimento para a Saúde

Home > Pesquisa > ()
Imprimir Exportar

Formato de exportação:

Exportar

Exportar:

Email
Adicionar mais destinatários

Enviar resultado
| |

Recoleta uterina como estratégia para aumentar a taxa de embriões em fêmeas bovinas de corte e leite

Buss Cruz, Fabiano; Ortigari Junior, Ivens; Diniz Vieira, Arnaldo; Pereira da Costa Gerger, Renato; de Souza Ribeiro, Eduardo; Bertolini, Marcelo; Mezzalira, Alceu.
Acta Sci. vet.; 36(3): 249-254, 2008.
Artigo em Português | VETINDEX-Express | ID: vti-733453

Resumo

A taxa de recuperação embrionária em vacas superovuladas após coleta uterina não-cirúrgica é inferior ao número de ovulações, demonstrando uma relativa ineficiência neste processo de coleta convencional por via cervical. Uma alternativa simples e de fácil execução para melhorar a taxa de recuperação embrionária é a recoleta uterina. Para avaliar o efeito do procedimento de recoleta, bem como a influência da raça e do operador na taxa de recuperação embrionária, 38 fêmeas Nelore e 19 fêmeas Jersey foram estimuladas com FSH e coletadas por via cervical, por um de dois operadores treinados. Ao final da coleta, o cateter era fechado e mantido no corpo do útero, repleto com meio de coleta, enquanto a fêmea era liberada por 30 a 50 min, quando era submetida ao procedimento de recoleta, pelo mesmo operador. Em 57 procedimentos foram recuperadas 599 estruturas, das quais 423 (70,6%) foram obtidas na coleta e 176 (29,4%) na recoleta. Obteve-se uma recuperação média de 7,4 estruturas na coleta e 3,1 na recoleta, totalizando 10,5 estruturas por animal. Em 73,6% (42 de 57) dos procedimentos foram encontradas estruturas no processo de recoleta. Não houve influência da raça em relação ao número médio total de estruturas obtidas, com 10,9 na raça Jersey e 10,3 na Nelore. Da mesma forma, a taxa de recuperação embrionária após a coleta e recoleta não diferiu entre animais da raça Jersey (8,1 e
Biblioteca responsável: BR68.1