Your browser doesn't support javascript.

Portal de Pesquisa da BVS Veterinária

Informação e Conhecimento para a Saúde

Home > Pesquisa > ()
Imprimir Exportar

Formato de exportação:

Exportar

Exportar:

Email
Adicionar mais destinatários

Enviar resultado
| |

Death of pastures syndrome: tissue changes in Urochloa hybrida cv. Mulato II and Urochloa brizantha cv. Marandu / Síndrome da morte das pastagens: Alterações teciduais em Urochloa hybrida cv. Mulato II e Urochloa brizantha cv. Marandu

Ribeiro-Júnior, N. G; Ariano, A. P. R; Silva, I. V.
Braz. J. Biol.; 77(1): 97-107, jan.-mar. 2017. ilus, tab
Artigo em Inglês | VETINDEX | ID: vti-734885

Resumo

The quality of forage production is a prerequisite to raising livestock. Therefore, income losses in this activity, primarily cattle raising, can result in the impossibility of economic activity. Through the qualitative and quantitative anatomical study of Urochloa hybrida cv. Mulato II and U. brizantha cv. Marandu, we searched for descriptions and compared changes in the individual vegetative body from populations with death syndrome pastures (DPS). Specimens were collected at different physiological stages from farms in northern Mato Grosso. After collection, the individuals were fixed in FAA50 and stored in 70% alcohol. Histological slides were prepared from the middle third of the sections of roots, rhizomes, and leaves, and the proportions and characteristics of tissues were evaluated in healthy, intermediate, and advanced stages of DPS. Changes were compared between cultivars. With the advancement of the syndrome, the following changes were observed: a more marked decrease in the length of roots in U. hybrida; disorganization of the cortical region of the roots and rhizome cultivars; fungal hyphae in roots and aerenchyma formation in U. hybrida; a decrease in sclerenchyma fiber proportions in roots and leaves; sclerification of the epidermis of U. brizantha rhizomes; and an increase in pericyclic fibers in U. hybrida. Furthermore, there was a decrease in the volume of epidermal cells of the abaxial face of the leaves of both cultivars, with a greater reduction in U. hybrida; a gradual decrease in thickness in the midrib of leaves similar to leaf mesophyll; conduction system obstructions; partial or total cell lysis in roots and rhizomes affected by the syndrome. Obstructions in sieve tube element and companion cells, and sometimes obstruction in xylem vessel elements...(AU)
A produção de forragem de qualidade é um pressuposto indispensável à atividade pecuária moderna. Dessa forma, perdas de rendimento nesta atividade preliminar à criação bovina, podem inviabilizar esta atividade econômica. Através de estudos anatômicos qualitativos e quantitativos em Urochloa hybrida cv. Mulato II e U. brizantha cv. Marandu buscou-se descrever e comparar as alterações do corpo vegetativo de indivíduos de populações que apresentam síndrome da morte das pastagens (SMP). Foram coletados indivíduos em estádios morfológicos distintos em propriedades rurais no norte de Mato Grosso, Amazônia Meridional. Após a coleta, os indivíduos foram fixados em FAA50 e armazenados em álcool 70%. Lâminas histológicas foram confeccionadas a partir de secções do terço médio de raízes, rizomas e folhas, onde foram avaliadas as características e proporções dos tecidos em indivíduos saudáveis, indivíduos em estádio intermediário e também em estádio mais avançado da SMP, bem como comparadas as alterações entre as duas cultivares. Com o avanço da síndrome verificou-se diminuição mais acentuada da extensão de raízes em U. hybrida. A região cortical das raízes e do rizoma das cultivares exibiu desorganização, sendo observada nas raízes a presença de hifas fúngicas e a formação de aerênquima em U. hybrida. As proporções de fibras esclerenquimáticas diminuíram nas raízes e folhas. No rizoma, a epiderme de U. brizantha apresentou esclerificação e U. hybrida exibiu aumento da quantidade de fibras pericíclicas. Houve diminuição do volume das células epidérmicas da face abaxial das folhas de ambas as cultivares, com maior diminuição em U. hybrida. A região da nervura central das folhas apresentou gradativa diminuição com espessura similar ao mesofilo foliar...(AU)
Biblioteca responsável: BR68.1