Your browser doesn't support javascript.

Portal de Pesquisa da BVS Veterinária

Informação e Conhecimento para a Saúde

Home > Pesquisa > ()
Imprimir Exportar

Formato de exportação:

Exportar

Exportar:

Email
Adicionar mais destinatários

Enviar resultado
| |

Spatial arrangements for super-early genotypes for common bean production / Arranjos espaciais para produção de genótipos super-precoces de feijão-comum

Mondo, Vitor Henrique Vaz; Nascente, Adriano Stephan.
Colloq. agrar.; 13(1): 93-101, jan.-abr 2017. graf, tab
Artigo em Inglês | VETINDEX | ID: vti-734899

Resumo

The super-early genotypes (SEG) of common bean, developed by Embrapa Rice and Beans in Brazil, have a shorter life cycle (65-75 days) when compared with the full-season traditional cultivars (95-105 days). Spatial arrangements of plants for SEG should be evaluated to allow fully exploit of its genetic potential. The aim of this study was to determine the effects of plant population and row spacing on grain yield and its components in super-early genotypes of common bean. The experimental design was a randomized block in a 2 x 2 x 5 factorial, with six replications, in two growing seasons (summer 2014/2015 and winter 2015). The treatments consisted of the combination of two super-early genotypes of common bean (CNFC 15874 and CNFC 15875), two row spacings (0.35 and 0.45 m) and five plant densities (6, 10, 14, 18 and 22 seeds m-1 ). We also included a control treatment, IPR Colibri cultivar (65-75 days of life cycle) with 10 seeds m -1 density. The increase in plant density decreased yield components per plant but increased grain yield of super-early genotypes of common bean per unit area (from 1653 to 4614 kg ha-1 in summer 2014/2015 and from 2239 to 2537 kg ha-1 in winter 2015). The spatial arrangement of sowing density of 22 seeds per meter and 0.45 m row spacing allowed the highest grain yield in super-early genotypes of common bean.(AU)
Os genótipos super-precoces (GSP) de feijão-comum, desenvolvido pela Embrapa Arroz e Feijão, tem um ciclo mais curto (65-75 dias) quando comparado com cultivares tradicionais de ciclo normal (95-105 dias). Arranjos espaciais de plantas para GSP devem ser avaliados para explorar o seu máximo potencial genético. O objetivo deste estudo foi determinar os efeitos da população de plantas e espaçamento entre linhas na produtividade e nos componentes de produção de genótipos super-precoces de feijão-comum. O delineamento experimental foi em blocos casualizados, em esquema fatorial 2 x 2 x 5, com seis repetições, em dois anos agrícolas (verão 2014/2015 e inverno 2015). Os tratamentos consistiram da combinação de dois genótipos super-precoces de feijão-comum (CNFC 15874 e CNFC 15875), dois espaçamentos entre linhas (0.35 e 0.45 m) e cinco densidades de sementes na linha (6, 10, 14, 18 e 22 sementes m-1 ). Também foi incluído um tratamento controle, o IPR Colibri (65-75 dias de ciclo), com densidade de 10 sementes por metro. O aumento da densidade de sementes por metro proporcionou redução dos componentes de produção dos genótipos super-precoces de feijão-comum, mas aumentou a produtividade de grãos dos genótipos super-precoces de feijão-comum por área (de 1653 para 4614 kg ha-1 no verão 2014/2015 e de 2239 para 2537 kg ha-1 no inverno 2015). O arranjo espacial de densidade de semeadura de 22 sementes por metro e 0.45 m de espaçamento entre linhas permitiu as maiores produtividades dos genótipos superprecoces de feijão-comum.(AU)
Biblioteca responsável: BR68.1
Localização: BR68.1