Your browser doesn't support javascript.

Portal de Pesquisa da BVS Veterinária

Informação e Conhecimento para a Saúde

Home > Pesquisa > ()
Imprimir Exportar

Formato de exportação:

Exportar

Exportar:

Email
Adicionar mais destinatários

Enviar resultado
| |

Estimation of a closed population size of tadpoles in temporary pond / Estimativa do tamanho da população fechada de girinos em lagoas temporárias

Lima, M. S. C. S; Pederassi, J; Souza, C. A. S.
Braz. J. Biol.; 78(2): 328-336, maio-ago. 2018. graf, tab
Artigo em Inglês | VETINDEX | ID: vti-735326

Resumo

The practice of capture-recapture to estimate the diversity is well known to many animal groups, however this practice in the larval phase of anuran amphibians is incipient. We aimed at evaluating the Lincoln estimator, Venn diagram and Bayes theorem in the inference of population size of a larval phase anurocenose from lotic environment. The adherence of results was evaluated using the Kolmogorov-Smirnov test. The marking of tadpoles for later recapture and methods measurement was made with eosin methylene blue. When comparing the results of Lincoln-Petersen estimator corresponding to the Venn diagram and Bayes theorem, we detected percentage differences per sampling, i.e., the proportion of sampled anuran genera is kept among the three methods, although the values are numerically different. By submitting these results to the Kolmogorov-Smirnov test we have found no significant differences. Therefore, no matter the estimator, the measured value is adherent and estimates the total population. Together with the marking methodology, which did not change the behavior of tadpoles, the present study helps to fill the need of more studies on larval phase of amphibians in Brazil, especially in semi-arid northeast.(AU)
A prática de captura-recaptura para a estimação da diversidade é bem conhecida para diversos grupos animais, porém na fase larvar de anfíbios anuros essa prática é incipiente. Objetivamos avaliar os métodos do estimador de Lincoln, diagrama de Venn e o teorema de Bayes na inferência do tamanho populacional de uma anurocenose em fase larvar de ambiente lótico. A aderência dos resultados foi avaliada através do teste de Kolmogorov-Smirnov. A marcação dos girinos para posterior recaptura e aferição dos métodos foi feita com eosina de azul de metileno. Ao compararmos os resultados do estimador de Lincoln que corresponde com o do diagrama de Venn e com o teorema de Bayes detectamos diferenças percentuais por amostragem, isto é, a manutenção da proporção dos gêneros de anuros amostrados é mantida entre os três métodos, embora com valores numericamente diferentes. Ao submetermos esses resultados ao teste Kolmogorov-Smirnov não encontramos diferenças significativas. Logo, qualquer que seja o estimador o valor aferido é aderente e estima a população total. Aliado à metodologia de marcação que não alterou o comportamento dos girinos, o presente estudo ajuda a preencher a necessidade de mais estudos na fase larvar dos anfíbios no Brasil, em especial no semiárido nordestino.(AU)
Biblioteca responsável: BR68.1